Enquadrado por Fábio Câmara, Zé Reinaldo joga loas a Sarney com a Zema

Blog do Marco D,eca

Na semana passada, o ex-governador José Reinaldo Tavares – agora diretor do Porto do Itaqui – tentou criar uma narrativa própria para o projeto das Zonas de exportação do Maranhão (Zema), de autoria do senador Roberto Rocha (sem partido) e aprovado semana passada no Congresso Nacional.

Tentando tirar proveito da situação – mesmo após estar na Câmara Federal por 20 anos e ser governador por mais quatro anos sem nenhuma ação em favor do tema, seja Zema ou ZPE – mudou o nome do projeto aprovado sem reconhecer a luta de Rocha.

Foi enquadrado duramente pelo ex-vereador Fábio Câmara, um dos mais atentos observadores da cena política recente do Maranhão.

– Quando um ex governador, ex ministro e deputado federal se presta ao serviço de apequenar-se a mera ave hospedeira, e fala de ZPE como se ZEMA não fosse e omite vergonhosamente o nome do senador Roberto Rocha como sendo o “pai da criança”, “o originador da benção” e o “legislador original”, fica patente o caráter CHUPIM de uma prática politicalhesca – citando pássaro conhecido por apenas “chupar” o trabalho de outras espécies de pássaros.

“Alto lá!”, diz Fábio Câmara, enquadrando duas vezes as narrativas fraudulentas que tentavam construir outra história para a zonas de Exportação

Acusando o golpe, mesmo sem citar nomes, Zé Reinado voltou ao tema nesta semana, agora tentando atribuir a paternidade ao ex-presidente José Sarney, numa espécie de arrependimento tardio de sua traição ao pai político.

E levou nova enquadrada de Fábio Câmara.

– Aliás, quando Zé Reinaldo destaca os 30 anos da ideia e lei Sarneysista de ZPE, o que ele evidencia é o fato inegável de que ele mesmo foi deputado federal, vice governador e governador do Maranhão e não efetivou A ZEMA. Zé Reinaldo parece querer nos fazer acreditar que aquilo que ele não fez como chefe de governo, fará agora como chefe de um Porto! – pondera Câmara.

Do alto de seus 85 anos, o ex-governador José Reinadlo tavares está perdido em suas ideias no tempo e no espaço, pregando, defendendo e criando absurdos históricos.

Felizmente, há os Câmara da vida, para colocar as questões no eixo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.