Geração de emprego e renda em São Luís é pauta de diálogo entre Câmara e Fiema

A adoção de novas ações que possam gerar mais empregos e renda em São Luís foi pauta de diálogo entre vereadores da capital e representantes da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), nesta quinta-feira (18), durante reunião de trabalho realizada na sede da entidade.

O encontro foi coordenado pelo presidente da Casa Legislativa, Osmar Filho (PDT), e pelo presidente da Federação, Edilson Baldez; tendo contado com as participações de empresários e dos vereadores Genival Alves (PRTB), Bárbara Soeiro (PSC), Pavão Filho (PDT), Oswaldo Muller (PT) e Ricardo Diniz (PRTB) – alguns deles são integrantes da Comissão de Recesso da Câmara.

Algumas deliberações foram determinadas após o encontro. A FIEMA e seus associados terão participação ativa nos trabalhos da Frente Parlamentar em Defesa do Empreendedorismo na capital maranhense, colegiado proposto pelo próprio Osmar Filho e que será implantado, oficialmente, no segundo semestre.

Os representantes da Federação também participaram das discursões acerca da proposta do novo Plano Diretor de São Luís, cujo documento já foi encaminhado ao Poder Legislativo Municipal.

“Selamos, neste momento, um pacto pelo desenvolvimento de São Luís em todos os seus aspectos. Os empresários, melhor do que ninguém, conhecem as dificuldades do competitivo mercado de trabalho e são agentes fundamentais na construção de uma pauta permanente de ações direcionadas ao incentivo do empreendedorismo e geração de novas oportunidades de emprego”, afirmou o presidente da Câmara, que agradeceu a sensibilidade da FIEMA em buscar uma parceria salutar com a Câmara em favor dos ludovicenses.

Edilson Baldez classificou o encontro como um marco na história política e empresarial da cidade. “Antes mesmo de tomar posse como presidente da Câmara, o Osmar nos procurou e se colocou à disposição da classe empresarial para estabelecer um diálogo em favor do crescimento econômico da nossa capital. Nós, da FIEMA, agradecemos este apoio vindo dos vereadores”.

Outros assuntos também foram discutidos e inseridos no chamado plano de trabalho. São eles: criação de medidas que facilitem a implantação de indústrias em São Luís; apoio da Câmara à regulamentação, a nível municipal, da medida provisória nº 881/19, que instituiu a Declaração de Liberdade Econômica e o Programa de Desregulamentação – o dispositivo fixa, por exemplo, alvarás de funcionamento e outras licenças de forma automática para atividades de baixo risco.
Bárbara Soeiro destacou o novo momento pelo qual passa o Poder Legislativo de São Luís.

“A Câmara, hoje, está verdadeiramente atenta aos problemas da cidade e buscando soluções e parcerias para resolvê-los. Parabenizo os presidentes Osmar e Edilson por esta união entre classe política e empresarial. Somente assim, unindo forças, obteremos as conquistas que o povo tanto necessita”, comentou.

PREFEITO LUCIANO AVALIA ENCERRAMENTO DO 1° SEMESTRE LEGISLATIVO EM ALMOÇO COM BASE DE VEREADORES

 

O Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, reuniu  com os dez vereadores de sua base aliada na Câmara  para um almoço nesta quarta-feira(17). Durante o encontro eles fizeram um balanço das atividades e discutiram metas para o segundo semestre legislativo.

O encontro com as presenças dos vereadores Elizeu de Tantan, Lucas do Beiradão, Sandro Lima, Paulinho Enfermeiro, Edinildo, Alessandro, Capadinho, Albininho, Rubemar e João Moraes, teve o intuito de avaliar as pautas reivindicadas pelos edis nesse primeiro semestre e também já tratar das ações para o segundo semestre do ano.

“Promovemos esse momento mais informal para conversar de forma mais aberta sobre o trabalho que estamos desenvolvendo no executivo e legislativo; tratamos das demandas levantadas pelos vereadores, da celeridade em atender essas reivindicações e também alinhar os objetivos para o próximo semestre. Nossa gestão é pautada pelo diálogo e respeito à democracia; esse alinhamento de ideias e pontuação das demandas da população trazidas pelos representantes do povo é de grande importância para levar o trabalho prioritariamente aonde as pessoas mais precisam.” Prefeito Luciano.

Advogado afirma que Inácio Melo paga regurlamente a pensão alimenticía

“Essa decisão é estranha já que meu cliente vem pagando regularmente a pensão (anexo nos autos do processo) respaldado por uma ação revisional. Sequer fomos informados ou intimados sobre a decisão em questão. Entretanto o valor exigido pela justiça foi depositado judicialmente, suspendendo qualquer medida judicial, ficando mantida a análise dos pedidos revisionais”, garantiu o advogado Marcelo Cosme Silva Raposo, que defende o cliente e empresário Inácio Melo em ação de pensão alimentícia no Rio Grande do Norte.

O advogado diz que “de qualquer forma sempre cumpriremos as decisões judiciais, mesmo que muitas vezes não estejam em total consonância com os ditames legais”.

Desde ontem que a decisão de uma juíza dando o prazo de 72h para que o empresário, que é esposo da senadora Eliziane Gama, pague a pensão alimentícia vem sendo explorada, notadamente por sites que fizeram forte campanha contra Inácio Melo durante a eleição de 2018. O objetivo era impedir a eleição de Eliziane ao cargo de senadora.

Articulador, porém discreto, o empresário foi alvo de todos tipo de campanhas negativas que não encontraramn no povo respaldo para atingir o projeto da então candidata ao Senado Federal. Eliziane foi eleita como a segunda mais votada na chapa vitoriosa de Flávio Dino e Weverton Rocha.

Além disso, Inácio Melo tem ajudado a esposa a desenvolver um ótimo mandato, o que vem acontecendo com destaque no Senado Federal e tem incomodado os que lutaram contra a vitória de Eliziane Gama.

Deputado Josimar: NOTA DE ESCLARECIMENTO

Como foi amplamente noticiado na tarde de hoje, o nosso amigo Antônio Rodrigues sofreu uma tentativa de homicídio, em São Luís, tendo sido alvejado no pescoço com tiro de raspão.

O mesmo se encontra fora de perigo e nenhum procedimento cirúrgico foi necessário; inclusive, ele já está em casa.

Antônio Rodrigues NÃO é meu segurança, como informaram alguns blogs. Mas faz parte de nosso grupo de trabalho. Ele iniciou conosco antes mesmo de eu ingressar na política. Foi meu gerente administrativo, depois assessor parlamentar e atualmente ele trabalha como assessor do prefeito de Centro do Guilherme, Zé de Dário.

Antônio é um homem íntegro e da nossa total confiança. Ficamos tristes com essa notícia, mas Deus está no controle de tudo e cremos que ficará bem.

Reiteramos nossos votos de plena recuperação ao nosso amigo.

Com articulação de André Fufuca, plenário aprova idade menor para aposentadoria de professores e policiais

A Câmara dos Deputados diminuiu a idade mínima para que professores e policiais consigam se enquadrar em uma das regras de transição na reforma da Previdência, mais brandas do que as regras gerais.

O deputado federal André Fufuca (PP), autor da emenda que excluía os professores e policiais da reforma da Previdência, votou a favor para que fosse aprovada a redução da idade mínima de aposentadoria dessas categorias.

“Durante a votação, fui a favor dos professores e policiais em todos os destaques. A emenda de minha autoria tinha como objetivo evitar prejuízos para essas categorias e que elas fossem mantidas nas regras anteriores”, disse o parlamentar.

Para André Fufuca, atualmente os professores enfrentam salários baixos, falta do devido reconhecimento pela profissão e falta de políticas que enfrentem estes desafios. “O regime diferenciado para professores é uma exigência da sociedade”, disse o deputado federal.

O texto principal determinava que apenas professores que tem pelo menos 55 anos de idade (mulheres) e 58 anos (homens) poderiam ter direito a essa regra de transição. Com a mudança, as mulheres precisarão ter ao menos 52 anos, e os homens, 55 anos para se enquadrar na transição que prevê pedágio de 100%.

Já a redução os policiais os policiais federais, legislativos, civis do Distrito Federal, rodoviários federais e agentes penitenciários e socioeducativos federais poderão aposentar-se aos 53 anos (homens) e 52 anos (mulheres).

“Não restam dúvidas acerca da necessidade da reforma, mas algumas carreiras não devem ser penalizadas pelas novas regras da aposentadoria, como as de policiais, que se expõem diariamente ao perigo do combate ao crime e violência, e as de professores, que precisam trabalhar em casa, além do horário de expediente para organizarem aulas e corrigirem trabalhos e provas. E também estão submetidos ao stress de horas seguidas de aulas”, afirmou Fufuca.

Edivaldo acompanha serviços de limpeza e de infraestrutura no Centro Histórico

O prefeito Edivaldo Holanda Junior acompanhou neste sábado (13) mais uma ação de limpeza e serviço de infraestrutura na região central da cidade. A manutenção da limpeza em padrões de excelência nas áreas do Centro Histórico tem sido uma das metas e recomendação do gestor municipal. A vistoria dos serviços faz parte de uma agenda de rotina do prefeito. A ação vem também contribuir para oferecer um ambiente agradável para os participantes do Férias Culturais, programa da Prefeitura de São Luís com a participação de várias secretarias, que está sendo desenvolvido em diversos pontos do Centro Histórico até o dia 31 de julho.

“Como temos feito sempre, estamos acompanhando os serviços executados pela Prefeitura aqui no Centro Histórico. Este é um dos espaços mais frequentados neste período de férias e recebe uma atenção especial para garantir que ludovicenses e turistas desfrutem de um local com toda infraestrutura necessária para receber bem os visitantes e ser palco da nossa programação do Férias Culturais, que tem atraído ainda mais pessoas para o Centro”, disse o prefeito Edivaldo que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda e de secretários municipais. “Aqui o trabalho de limpeza não se resume a varrição e capina, mas também realizamos a lavagem de ruas praças e escadarias, que garante mais qualidade no trabalho”, completou o prefeito.

Com o grande fluxo de pessoas atraídas para o Centro Histórico neste período de férias, a limpeza e higienização de áreas se projetaram como ações estratégicas para alavancar setor da economia, como o turismo, atividade de gastronomia e a comercialização de produtos de maneira geral. Portanto, duas frentes de trabalho foram acionadas em uma articulação conjunta da Subprefeitura do Centro Histórico e do Comitê de Limpeza para manter o ambiente adequado para o acolhimento do grande número de turistas que visitam São Luís e, sobretudo, aos habitantes da cidade.

O prefeito vistoriou o trabalho realizado em pontos relevantes do Centro Histórico, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda; da presidente do Comitê de Limpeza, Carolina Estrela Moraes; do subprefeito do Centro Histórico, Jeferson Viegas; do presidente da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico, Aquiles Andrade; do presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana, Fábio Henrique Carvalho; e do secretário de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo.

A presidente do Comitê de Limpeza Urbana, Carolina Estrela Moraes, ressaltou a importância das ações na região para elevar a satisfação do visitante e moradores. “A limpeza do Centro Histórico tem recebido atenção especial e redobrada do Comitê por recomendação do prefeito Edivaldo, por ser um ponto de recepção turística e pela importância como patrimônio da humanidade. Este é um espaço de lazer que todos os moradores de São Luís e visitantes têm como referência. Estamos sempre reforçando as ações de limpeza, lavagem, coleta e recolhimento de resíduos para manter esta área limpa e bem cuidada”, assinalou Carolina Estrela Moraes.

A Subprefeitura do Centro Histórico já realizou a cobertura de mais de cinco mil metros quadrados com serviços de capina, varrição, lavagem com utilização de jato quente e recolhimento de lixo em pontos de concentração de descarte irregular. “Vamos concluir o serviço de limpeza em uma área de 25 mil metros, cobrindo todos os 21 bairros que estão sob a responsabilidade da subprefeitura, desde a Praia Grande até o Anel Viário, passando pela Camboa, Fé em Deus, Madre Deus e outros locais. Contamos para isso com a colaboração do Comitê de Limpeza Urbana”, assinalou o subprefeito Jeferson Viegas.

Todas as praças, calçadas e pontos turísticos da região do Centro Histórico devem receber algum tipo de serviço. Em um dos pontos turísticos mais visitados da Praia Grande, a escadaria do Beco Catarina Mina, o prefeito acompanhou o trabalho meticuloso de limpeza que utiliza tecnologia moderna para remover sujeiras de monumentos tombados pela Unesco. A limpeza hidrotécnica está sendo realizada com o acompanhamento da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

Segundo o subprefeito do Centro Histórico, Jeferson Viegas, a ação de limpeza tem acontecido regularmente e cada vez com maior eficiência. “Estamos cobrindo toda a região da Praia Grande para em seguida estendermos os serviços para outros bairros. Temos contado com a colaboração da população. O Centro hoje tem uma nova cara. As pessoas estão podendo sentar até nos batentes da casa para fazer uma selfie, o que não se imaginava antigamente”, observou o subprefeito.

Cidade Olímpica sedia Dia D de combate às arboviroses

Neste sábado, 13 de Julho, o Governo do Maranhão, por meio da Agência Executiva Metropolitana, em parceria com os gestores e técnicos de saúde dos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, realizou o Dia D de Combate às Arboviroses. A ação encerra a Semana de Mobilização de Combate Aedes Aegypti realizada desde a segunda-feira, 08, em São Luís e Região Metropolitana.

As atividades do Dia D de Combate às Arboviroses se concentraram na Associação de Moradores da Cidade Olímpica, de 8h às 12h. O bairro é considerado uma das áreas de maior infestação de dengue, chikungunya e zika, doenças causadas pelos chamados arbovírus, classificação que inclui todas as transmitidas por insetos e aracnídeos, como aranhas e carrapatos. “A Semana teve por objetivo mobilizar a população sobre a importância de intensificar o combate ao inseto, vetor das arboviroses nos municípios envolvidos”, destacou o presidente da Agência Executiva Metropolitana, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

A importância da ação deve-se ao grande problema de Saúde Pública que vivencia o município de São Luís no enfrentamento dos casos de Arboviroses (dengue, chikungunya, zika, febre amarela) e considerando a necessidade de fazer um controle mais eficaz no combate do Aedes Aegypti e prevenção dos agravos. “São doenças de saúde pública altamente preocupantes e trabalhando de forma integrada podemos causar redução na infestação”, afirmou Pedro Souza Tavares, coordenador do Comitê de Arboviroses e do Programa da Dengue.

Na Associação de Moradores foram realizadas palestras, em parceria com diversos órgãos e secretarias do Estado e da Prefeitura de São Luís. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) ficou responsável pela palestra “Educação Ambiental”. O Comitê Gestor de Limpeza Urbana (CGLU) tratou da “Destinação de Resíduos Sólidos Urbanos”. Já a Caema abordou o assunto “Saneamento Básico”.

Também foram oferecidos atendimentos básicos de saúde, como consultas pediátricas e com clínico geral, exames laboratoriais, encaminhamentos para consultas especializadas, imunização humana e animal, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite, dentre outros.

Além disso, o evento contou com oficinas de Origami, Repelente Caseiro, Confecção de Bonecas de Tecido e Bijuterias, além de cupcake e bolo de pote, estas últimas em caráter virtual. Foram oferecidos, ainda, serviços de beleza, como design de sobrancelhas, SPA das mãos e limpeza de pele.

Ação conjunta

Segundo Pedro Souza, todas as atividades da Semana de Mobilização e Controle das Arboviroses foram realizadas simultaneamente nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar. Foram promovidas rodas de conversas nas salas de espera de postos de saúde na Cidade Olímpica; visitas a comerciantes para divulgação de ações de combate, além de abordagens educativas com feirantes, estudantes e condutores de veículos de tração animal.

“Aqui no bairro há muitas pessoas carentes de serviços, inclusive médicos. Daí, uma ação como essa é muito importante”, disse Tatiana Silva, moradora da Cidade Olímpica.

“Buscamos de todas as formas possíveis alertar a todos para os cuidados de prevenção e ações de combate. Tivemos um saldo positivo e agora encerramos com o Dia D”, finaliza Lívio Corrêa.

“Estamos lutando para diminuir os danos da reforma da previdência”, diz Márcio Jerry

Após o texto base da reforma da Previdência ser aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados, a oposição ao governo Bolsonaro se articula para evitar maiores danos à classe trabalhadora. Entre as 20 sugestões de mudança foram apresentadas, a contribuição mínima de 20 anos para homens foi reduzida para 15, além da aprovação de regras mais brandas para funcionários da segurança pública. A sessão desta quinta-feira (11) atravessou a madrugada e seguirá nesta sexta pela manhã.

Para o vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), derrubar estes pontos da proposta original enviada por Jair Bolsonaro (PSL), é uma vitória. “Estamos lutando pra diminuir os danos da reforma da previdência. Voltamos o tempo mínimo de contribuição para 15 anos, já que Bolsonaro tinha elevado para 20 anos, o que geraria imensa exclusão. A vitória é importante e seguiremos no esforço pra reduzir as atrocidades da reforma”, afirmou.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou nova sessão para as 9h desta sexta-feira (12), com o objetivo de concluir os outros 13 pontos e encerrar o primeiro turno da previdência. A oposição busca ainda reverter as “perversidades” e melhorar situação dos professores.

“A proposta de Bolsonaro também prejudicava muito as carreiras da segurança pública, mas nós reparamos os danos aprovando emenda em defesa dos policiais federais, rodoviários federais, agentes penitenciários federais. Agora, vamos lutar para aprovar destaque em defesa da aposentadoria dos professores, que também foram duramente atacados pela proposta bolsonarista. O espírito é lutar e vencer!”, concluiu Márcio Jerry.

Fisioterapeuta é denunciado na Polícia por roubo

Ocorrência registrada na delegacia do Vinhais acusa o fisioterapeuta Diogo Melo de roubo a um stúdio de pilates em São Luís.

O fato ocorreu em um estúdio, que fica no Cohafuma, onde o mesmo foi contratado para ministrar aulas.

Alunos relataram que fizeram pagamentos de mensalidades ao fisioterapeuta, que não repassava os valores e ocultando, assim, registros de entrada de novos alunos.

“Estava recebendo os pagamentos das mensalidades e não me repassava”, disse a proprietária da empresa.

A denúncia traz ainda relatos de que, ao ser demitido, Diogo confessou que recebeu pagamentos de alunos e se apropriou indevidamente.

O fisioterapeuta será processado e responderá criminalmente pela acusação de roubo.

PREFEITO DE PINHEIRO VAI DOAR SALÁRIO PARA CONSTRUÇÃO DE CASAS PARA PESSOAS CARENTES

O Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, concedeu entrevista nesta quarta-feira (10) ao Programa local Pinheiro Agora e na ocasião fez diversas declarações sobre sua gestão. Luciano explicou os desafios enfrentados por seguidos bloqueios de recursos do FPM que ocorreram nos últimos meses deste ano, anunciou o cronograma de ações para o segundo semestre de 2019 que inclui a recuperação completa de estradas vicinais, 50 quilômetros de asfalto para o município e investimentos na saúde, se posicionou a respeito da recente “denúncia” da sua gestão junto ao Ministério Público e Polícia Federal, ao qual já está entrando com pedido de Direito de Resposta sobre o caso, e falou de sua articulação política a nível federal, estadual e municipal: “temos 10 vereadores na nossa base mas tenho um bom relacionamento com os 15 vereadores da nossa cidade”.

Nas suas considerações finais, o Prefeito fez uma declaração inédita ao apresentador Willian Vieira e a todos os pinheirenses: Luciano anunciou, que desta data até o fim do seu mandato, doará todo o seu salário de Prefeito de Pinheiro para a construção de residências a pessoas carentes do município.

“Eu resolvi daqui pra frente, até o final do meu mandato, doar o meu salário de Prefeito, para ajudar na construção de uma casa por mês daqui até o final do mandato”, afirmou o  prefeito Luciano.