ADEPOLMA lança nota de repúdio contra remoção de delegado regional de Balsas

 

NOTA DE REPÚDIO

A Associação dos Delegados de Polícia vêm a público expressar seu mais veemente repúdio à remoção do Delegado Fagno, figura impar e exemplar no cenário da Polícia Civil, do Comando da Regional de Balsas.

Ao longo de sua trajetória em Balsas, o Delegado Fagno demonstrou um comprometimento inabalável com a justiça e a segurança pública, conduzindo um trabalho exitoso e exemplar que honra a todos na Polícia Civil. Sua dedicação incansável e sua integridade ética sempre foram inspirações para seus colegas e para a comunidade que ele serviu com excelência.

Fagno não apenas desempenhou suas funções com maestria, mas também foi um incansável defensor das prerrogativas do Delegado e da Instituição Polícia Civil. Sua conduta sempre foi pautada pela ética, pela transparência e pelo respeito às leis e aos direitos dos cidadãos.

É com profundo pesar que testemunhamos sua remoção, não há qualquer motivo nobre ou republicano que justifique medida tão lamentável e desastrosa. A forma como essa decisão foi tomada e os motivos por trás dela são inaceitáveis e contradizem os valores democráticos e meritocráticos que deveriam nortear nossa instituição.

Neste momento, é fundamental que façamos ouvir nossa voz em defesa da justiça e do profissionalismo. Não podemos aceitar passivamente essa manobra que reverbera como uma verdadeira punição aqueles que dedicam suas vidas ao serviço público com excelência e dedicação.

A remoção do Delegado Fagno é uma afronta não apenas a ele, mas a todos os delegados e à própria instituição que ele tanto dignificou com seu trabalho.

Portanto, reiteramos nosso repúdio veemente à remoção do Delegado Fagno e expressamos nossa mais sincera gratidão e admiração por sua trajetória e seu profissionalismo exemplar. Que sua contribuição inestimável para a segurança pública seja sempre lembrada e honrada como um verdadeiro exemplo a ser seguido.

A ADEPOLMA desde logo se coloca à disposição Dr. Fagno Vieira para qualquer providencia que entenda necessária.

Atenciosamente,

Márcio Fábio Dominici
Presidente Adepol – MA

 

Em encontro com Juventude do PDT, Fábio Câmara fala de analfabetismo e inclusão digital

O pré-candidato do PDT a prefeito de São Luís, ex-vereador Fábio Câmara, teve importante encontro neste sábado, 20, com a União da Juventude Socialista (UJS) para apresentar suas plataformas de campanha a mais este segmento do partido; em sua palestra, Câmara falou sobre inclusão digital, acesso à internet, mas ressaltou a importância de incluir mais de 600 mil maranhenses educacional e socialmente.

– O PDT e nossa juventude precisam focar no fato de que entre os conterrâneos, maranhenses como nós, entre os 15 e os 35 anos de idade, há aproximadamente 600 mil analfabetos, mulheres e homens privados de ler, de escrever e de contar ou calcular suas vidas e histórias. Incluir digital e socialmente a nossa juventude é compromisso fundamental que o nosso projeto assume aqui e agora com todas e com todos vocês. Mas, para além disso, nós convidamos os jovens a somarem conosco nesse imenso desafio que é erradicar o analfabetismo da capital do Maranhão, entendendo que só assim será possível fazer inclusão plena: educacional, social, digital e humana – pregou o pré-candidato.

O encontro com a juventude pedetista faz parte da rodada de conversas que Fábio Câmara está tendo com todos os segmentos do PDT, como preparatórios para a convenção estadual do partido, marcada para o dia 10 de maio, com a presença do senador Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social Carlos Lupi, representando o presidente Lula (PT).

Fábio Câmara falou para uma plateia de jovens militantes pedetistas e pediu participação na formação de um Plano de Governo

Fábio Câmara propôs à jovem militância do PDT que o ajude a construir dois eixos principais:

  • 1 –  elaborar e a executar um Plano de Governo onde a acessibilidade digital seja uma realidade para quem é cidadão do presente ocupado em construir cidadania do futuro;
  • 2 – firmar compromisso com o trabalhador e com a trabalhadora e com a qualidade de vida das pessoas antes mesmo da existência de negócios e de empresas.

Neste aspecto o candidato do PDT a prefeito vem desde setembro estudando todos os aspectos da capital maranhense, desde a sua infraestrutura, saúde e educação, passando pelos aspectos culturais, o turismo e, sobretudo, a qualidade de vida de cada um dos cidadãos.

Para isso, ele é o único candidato a ter aulas diárias com especialistas em todas essas áreas. (Saiba mais aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui)

A reunião organizada pela UJS pedetista reuniu antigos e novos militantes do PDT na sede do partido, no Centro de São Luís

Com a consciência da capacidade de conectividade dos jovens atuais e sua imersão na internet, o candidato pedetista vê um desafio não apenas em garantir a esta parcela da sociedade maior espaço no setor digital, mas preparar toda a sociedade para a inclusão plena.

– Se é verdade que as empresas que estão fora da internet não existem, e que pessoas que estão fora da internet estão marginalizadas de diversos novos mundos, então, o que dizer de quem não sabe a cartilha do ABC e é cego para a tabuada? Incluir digital e socialmente a nossa juventude é compromisso fundamental que o nosso projeto assume aqui e agora com todas e com todos vocês – declarou o pré-candidato.,

Até o dia 10 de maio, Fábio Câmara voltará a se reunir com representantes dos segmentos de mulheres, dos negros, do grupo LGBTQIA+ e do  meio ambiente.

Paralelo à essa agenda, ele se reúne diariamente com lideranças comunitárias, empresários, líderes políticos e formadores de opinião.

A convenção estadual do PDT será na Assembleia Legislativa…

PDT fará convençäo estadual com Lupi, Weverton e Fábio Câmara, em São Luís

O PDT vai realizar no dia 10 de maio a sua convenção estadual, ocasião em que apresentará seus candidatos a prefeito nas principais cidades, com ênfase à candidatura do ex-vereador Fábio Câmara em São Luís.

O evento, previsto para a Assembleia Legislativa, terá a presença do ministro da Previdência Social Carlos Lupi – que representará o presidente Lula (PT) – e deve confirmar o senador  Weverton Rocha na presidência regional do partido.

Com forte estrutura partidária, tempo na propaganda eleitoral, fundo eleitoral e garantia de participação em todos os debates durante a campanha, o PDT trabalha a candidatura de Fábio Câmara como a terceira via consolidada na capital maranhense, por ser o único com força partidária para quebrar a polarização entre as máquinas públicas que embalam as candidaturas do prefeito Eduardo Braide (PSD) e do deputado federal Duarte Jr. (PSB).

Além de  Fábio Câmara em São Luís, o PDT deve apresentar candidaturas de peso em alguns dos principais colégios eleitorais maranhenses; e vai compor coligações importantes em diversas outras cidades.

A performance em 2024 embasará o projeto de reeleição do senador Weverton Rocha em 2026 como membro da base do goverfno Lula.

Mas esta é uma outra história…

Mutirão da saúde na Matriz é realizado com sucesso pelo secretario De saúde Dr Kaio

Mais uma vez estrutura do município de Pinheiro se mobilizou para atender a população. Mesmo em um dia de muita chuva na cidade, diversos atendimentos foram realizados.

A praça da Matriz foi o ponto central, os profissionais da saúde visitaram as residências, verificando focos do mosquito da dengue, orientando os moradores para ficarem atentos na luta contra a doença.

O secretário juntamente com a sua equipe visitou os alunos, professores e funcionários do Colégio Militar Tiradentes XXXII, lá mostraram tudo o que é preciso fazer para acabar com o surto da dengue.
O dia foi de intensa vacinação contra a dengue, gripe e outras doenças.

O secretário agradeceu mais uma vez o apoio da população. “ Bom ver que as pessoas estão recebendo bem as equipes da saúde, e principalmente, é bom ver o apoio do povo ao nosso trabalho”, declarou Kaio.

Segundo mutirão de combate a dengue é realizado em Pinheiro

Todo dia é dia de combate à dengue e é fundamental a colaboração de toda a população na luta contra o mosquito .

A campanha “Pinheiro conta a dengue” começou na semana passada pela Vila Filuca.
Nesta quinta feira, o mutirão foi realizado no bairro de Pacas.

Visitas, palestras, vacinas, análise de cada casa e a eliminação de todo possível foco do mosquito causador da dengue e de outras doenças .
O Secretário de Saúde Kaio Hortegal destacou o apoio de todas as secretarias do município. Ele esteve à frente do trabalho que tem como objetivo eliminar o aumento da contaminação por dengue em Pinheiro.

Os moradores aprovaram a força-tarefa promovida pela Prefeitura, e ressaltaram a importância de que estas ações sejam contínuas, já que existe um aumento no número de casos em todo país.
“— Precisamos de mais ações como essa, pois as vezes nós nos cuidamos , mas o vizinho não “ , destacou dona Maria José. Já Seu João Felipe, lembrou da possibilidade de focos em terrenos abandonados e até no lixo que é jogado irregularmente. “ — É preciso que cada um faça a sua parte, é bom ver que o poder público está fazendo a sua “.

Um dado importante na luta contra a doença é que cerca de 75% dos criadouros do mosquito transmissor estão nos domicílios, em vasos ou pratos de plantas, garrafas retornáveis, pequenas fontes ornamentais e materiais em depósitos de construção .


A Secretaria de Saúde aconselha que algumas medidas importantes possam ser adotadas no combate à dengue:
* Manter a caixa d’água bem fechada;
* Colocar areia nos vasos de planta;
* Amarrar bem os sacos de lixo;
* Limpar bem as calhas de casa;
* Guardar pneus em locais cobertos;
* Não acumular sucata e entulho;
* Esvaziar garrafas PET, potes e vasos;
* Receber bem os agentes de saúde e os de endemias.

Essa força-tarefa está apenas iniciando, toda quinta-feira um bairro, ou uma comunidade da zona rural receberá essa mesma equipe onde serão executadas ações educativas, de combate, controle e prevenção .

Líder do governo detona oposição de Othelino ao Governo; “até ontem nao havia problemas …”

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Neto Evangelista (União), rebateu, na sessão plenária desta quarta-feira (10), críticas feitas pelo deputado Othelino Neto (PCdoB) em relação aos serviços de saúde prestados pelo Governo do Estado.

Inicialmente, sobre a situação do Hospital Presidente Vargas, o parlamentar lembrou que o diretor que respondia pela unidade de saúde, até poucos dias, foi indicado pelo deputado Othelino Neto.

“Então, até ontem (9), não havia problemas no Hospital Presidente Vargas e passou a ter, coincidentemente, a partir da troca de direção? Não há atraso no pagamento dos salários dos médicos, conforme afirmou o deputado Othelino Neto. O mês de janeiro foi pago, já os valores referentes aos meses de fevereiro e março, devido a um atraso na apresentação de documentos por parte da empresa gestora, ainda não foram repassados. Atraso na entrega da documentação exigida para o pagamento é um problema corriqueiro que sempre aconteceu, inclusive em governos anteriores”.

Em relação à caixa d’água do hospital, Neto Evangelista disse que se trata de um problema estrutural, pois é uma unidade de saúde muito antiga. Ele esclareceu que essa problemática não foi resolvida em governos anteriores e que a caixa d´água precisa ser reformada urgentemente.

Sobre as supostas deficiências referentes ao funcionamento dos hospitais de Caxias e Balsas, o deputado explicou o que, de fato, está acontecendo. “O Hospital de Caxias só recebe pacientes via regulação porque é um hospital de porta fechada, não atendendo casos de urgência e emergência. É assim que funciona o sistema de regulação, e não porque está sem condições de atender”, disse.

A respeito do hospital de Balsas, o líder do governo explicou que houve um problema no projeto de implantação. “Inclusive, a Secretaria de Saúde, à época, foi diligente em notificar a empresa para que ela corrigisse o erro, o que não foi feito. O fato é que uma parte do hospital precisou ser desativada sob pena de acontecer um problema grave no sistema de gás”, completou Neto.

Quanto às denúncias de não funcionamento dos serviços do Hospital Macrorregional de Pinheiro, o parlamentar comprovou que também não procedem.

“Segundo a diretora administrativa, Andréia Renata Pinheiro Melo, os serviços de Urologia e Ortopedia estão em pleno funcionamento. Inclusive, em dezembro/janeiro, foram realizados mutirões de cirurgia nas especialidades. Ela informou, ainda, que o tomógrafo está funcionando e que, somente no final de março, devido a serviços de manutenção, deixou de funcionar. Logo, está comprovado que as críticas feitas nesta tribuna são infundadas”, esclareceu.

Evangelista esclareceu, também, que não houve quebra de contrato com a Procárdio por parte do Estado e que os exames cardiológicos estão sendo realizados normalmente. “Por isso, não se sustenta a denúncia de que exames cardiológicos não estão sendo realizados por quebra de contrato do Estado com essa empresa. O contrato desfeito foi o firmado entre a Prefeitura de São Luís e a Procárdio”, frisou.

Apartes

Os deputados Rafael (PSB), Jota Pinto (PP), Rildo Amaral (PP) e Florêncio Neto (PSB) fizeram apartes ao pronunciamento do líder do Governo, corroborando com os esclarecimentos prestados e destacando os entraves históricos da política pública de saúde estadual.

“A questão do subfinanciamento da saúde do Maranhão tem sido um grande entrave para todos os governos. O Maranhão tem a pior renda per capta do Brasil. Nossa rede de saúde tem um custeio mensal de R$ 300 milhões e só recebe R$ 46 milhões de contrapartida do Governo Federal. Temos que nos unir para, junto ao Governo Lula, corrigir essa injustiça do subfinanciamento de nossa saúde”, afirmou Rafael.

Florêncio Neto lembrou que a gestão da política pública de saúde no Maranhão, historicamente, é feita com “cobertor curto”, ou seja, os recursos aplicados nunca são suficientes para atender a todas as demandas.

“Carlos Brandão acabou por herdar um período pós-pandêmico que trouxe para a saúde do nosso estado um enorme problema, pois outras demandas deixaram de ser atendidas devido à urgência das ações de combate à Covid-19. Mas o governador tem se empenhado e encontrado soluções para as deficiências que sempre existiram. Aos poucos, os problemas têm sido corrigidos. Problemas sempre existirão, principalmente na rede pública de saúde”, ressaltou.

Avanços

Neto Evangelista afirmou que não dá para o governador Brandão resolver todos os problemas estruturais em dois anos de governo. Conforme ele, são problemas que existem há anos na rede pública estadual de saúde.

“O governador Brandão vem fazendo o dever de casa em comum acordo com o governo do presidente Lula. O custeio mensal do sistema de saúde é de R$ 300 milhões, e o repasse do governo federal com o governador Brandão subiu de R$ 30 milhões para R$ 46 milhões. O que acontece é que existe um subfinanciamento e, por isso, é preciso se fazer um malabarismo muito grande para não deixar o serviço parar”, ressaltou.

Ele disse, ainda, que houve investimentos no hospital de Açailândia; na maternidade de São Mateus; no HTO de Caxias; na Policlínica de Caxias; na Hemomar de Bacabal; entrega de novas alas no hospital da Ilha; a Casa TEA 12+, onde o estado cumpre sua obrigação sozinho porque o município não faz; a reforma da outra Casa TEA, no Olho d’Água; o hospital de Presidente Médici, e, ainda, que será inaugurada a policlínica de São José de Ribamar.

Por fim, Neto frisou que os problemas de saúde sempre existiram e não serão resolvidos a curto prazo e sem a colaboração e parceria de outras instâncias de governo, principalmente do Governo Federal. “Continuaremos trabalhando para todos na busca de soluções permanentes para aprimorar a prestação dos serviços de saúde da rede pública estadual”, finalizou.

Prefeitura de Pinheiro convoca excedentes de seletivo da Educação

A Prefeitura de Pinheiro, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está convocando os excedentes do processo seletivo simplificado realizado no ano passado. Os candidatos cujos nomes constam na lista divulgada no edital devem comparecer à sede da SEMED nesta quinta-feira, no horário das 8h às 12h.

A convocação visa completar o quadro de profissionais necessários para atender à demanda da rede municipal de ensino. Aqueles que forem convocados devem estar atentos aos prazos e procedimentos estabelecidos para não perderem a oportunidade de integrar a equipe da Educação em Pinheiro.

Além disso, é importante ressaltar que os candidatos convocados devem apresentar cópia legível, acompanhada do original, dos documentos comprobatórios do currículo, bem como os seguintes documentos: Uma foto 3×4 recente; Comprovante de residência; Carteira de identidade; CPF; Título de eleitor acompanhado do comprovante de votação da última eleição; Declaração de não acumulação de cargos em funções públicas; Em caso de acumulação legal de cargos, declaração informando o turno de trabalho; Diploma ou certificado de conclusão do curso.

PDT fecha chapa e mantém tradição de disputar prefeitura de São Luís ha 36 anos

O PDT manterá nestas eleições municipais uma tradição que se iniciou 1988, com a candidatura vitoriosa do ex-prefeito Jackson Lago, que teve três mandatos em São Luís.

Desde então, são 36 anos que o partido disputa – e vence, de uma forma ou de outra – as eleições municipais, seja com candidato próprio, seja na coligação de candidato de outro partido, como mostrou este blog Marco Aurélio d’Eça ainda em 2022 no post “O protagonismo do PDT nas eleições de São Luís…”.

Nas eleições de 2024, o PDT tem como candidato a prefeito o ex-vereador Fábio Câmara, que será um dos representantes do campo lulista em São Luís, mas o único exclusivamente na base do presidente petista, uma vez que o outro candidato da base lulista, Duarte Jr. (PSB), tem em sua base representantes também do bolsonarismo.

A chapa de candidatos a vereador terá 32 nomes, exatamente o máximo exigido pela Justiça Eleitoral.

Liderados pelo vereador Raimundo Penha, que concorre à reeleição, o PDT tem amplas chances de fazer entre dois e três vereadores, com nomes de forte densidade nas comunidades, incluindo o próprio Penha e o suplente Charles dos Carrinhos.

Sem nunca ter deixado de concorrer a uma eleição na capital maranhense, como protagonista ou coadjuvante de um dos vencedores, o PDT parte para sua décima eleição seguida presente em chapas majoritárias, único partido a ter este registro no Maranhão.

É uma história partidária relevante…

Fim da janela: Luciano forma maior grupo politico com apoio de 10 vereadores

A distribuição do apoio dos vereadores mostra que o prefeito Luciano Genésio conseguiu fortalecer a pré-campanha de seu candidato, tendo o apoio de 10 vereadores dos 17 do legislativo em seu grupo político. Isso pode aumentar as chances de seu candidato ser eleito nas eleições municipais deste ano.

Por outro lado, o pré-candidato João Batistas Segundo conquistou o apoio de 3 vereadores, o que também mostra um certo respaldo em sua campanha. Já o pré-candidato André da Ralp Net reuniu 4 vereadores em seu grupo político, o que também pode ser considerado positivo para sua candidatura.

Apesar disso, o fato de Luciano Genésio ter mantido a maioria dos vereadores em sua base política e ter o maior grupo politico de Pinheiro dá a ele uma vantagem no momento. Essa base fortalecida pode ajudar na conquista de novas lideranças  na conquista de novos eleitores.

No entanto, as eleições municipais são imprevisíveis e caberá aos candidatos trabalharem arduamente para conquistar novos apoios e votos. Os eleitores também terão um papel importante nesse processo, avaliando as propostas e o histórico de cada candidato para decidir em quem votar.

Com o encerramento da janela partidária, as alianças políticas estão se consolidando e os candidatos estão finalizando suas estratégias. Resta aguardar o desenrolar dos próximos meses para saber quem conquistará a preferência do eleitorado nas eleições municipais.

Base do prefeito Luciano : Elizeu de Tantan, Fabricia do Sindicato, Lucas do Beiradão, Rubemar Ribeiro, Paulinho Enfermeiro, Willian Vieira da Tv , Selma da Colônia,  Herasmo Leite , Alessandro Montenegro,  Jaelson Araújo .

Base João Batista Segundo: Zé Filho , Felipe de Chicão, Guto

Base André : Albininho, Edinildo, Sandro Lima, Riba do Bom Viver

Fábio Câmara vai de Lula em São Luís; Duarte quer ir com todos

 

Enquanto o candidato do PSB tenta vender a mesma ideia do senador  Weverton Rocha em 2022 – a de que se dá com todos os líderes nacionais, tanto o atual presidente quanto o ex, Jair Bolsonaro – o candidato do PDT se posiciona diretamente na base do petista, que influencia cerca de 35% dos eleitores na capital maranhense

  1. De vermelho, Câmara assume o lulismo em São Luís, como representante do PDT; de azul, Duarte Jr. ainda quer estar com o atual presidente e com Bolsonaro

A arriscada estratégia do deputado federal Duarte Júnior (PSB), de se apresentar ao eleitor de São Luís como amigo tanto do presidente Lula (PT) quanto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tem deixado o candidato do PDT, ex-vereador Fábio Câmara, livre para conquistar o eleitorado lulista.

Câmara já assumiu o posicionamento pró-Lula em suas reuniões; o pré-candidato pedetista é o único dentre os nomes já postos à disputa que se declara lulista.

De acordo com pesquisas do ano passado – quando ainda não era exigido o registro na Justiça Eleitoral – o presidente do PT influencia diretamente 35% do eleitorado de São Luís.

O posicionamento bolsonarista de Duarte Júnior – apesar dos alertas do seu marqueteiro Manoel Canabarro, e da tentativa do vice-governador Felipe Camarão (PT) de descolá-lo do PL – deixa-o vulnerável a outros pré-candidatos, como o prefeito Eduardo Braide (PSD), que consegue passar sem relacionar-se diretamente com nenhuma liderança nacional.

Mas o eleitor de Bolsononaro – cerca de 25% do eleitorado, segundo as mesmas pesquisas do ano passado – tem outra opção na disputa, o deputado estadual Wellington do Curso, que concorrerá pelo Partido Novo, assumidamente de direita.

Além de Wellington também deve entrar na disputa o deputado estadual Dr. Yglésio, este sim, vinculado diretamente a Bolsonaro.

Nos alertas que faz ao insistente Duarte Júnior, o marqueteiro cita o senador Weverton Rocha (PDT) como exemplo de fracasso da estratégia que o socialista quer usar: em 2022, Weverton concorreu ao governo tentando agradar tanto os eleitores de Lula quanto os de Bolsonaro e até os de Ciro Gomes.