Integrante do MBL denuncia ameaças de morte após críticas a Astro de Ogum

 

O internauta Gustavo Carvalho, integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) no Maranhão, denunciou, na tarde desta quinta-feira (22), ter recebido graves ameaças de morte depois de ter feito críticas ao vereador Astro de Ogum (PCdoB), vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, nas redes sociais, em relação à postura política do parlamentar. Ele disse que está tomando as medidas policiais cabiveis e que a ocorrência está sendo denunciada em nível nacional também.

Segundo Gustavo, as ameaças de morte lhe foram feitas após criticar a postura do vereador Astro de Ogum perante as comunidades de São Luís. “Eu recebi várias ameaças de morte de pessoas ligadas ao vereador. Gravei agora um vídeo onde eu mostro as ameaças e as pessoas que estão ligadas ao vereador, tentando me calar! Mas não irão nos calar de jeito nenhum. Vamos lutar pela verdade e lutar pelo fim do coronelismo aqui no estado do Maranhão!”, afirmou o denunciante, em suas redes sociais.

Gustavo Carvalho disse, em seu perfil no Instagram, que já registrou queixa na Polícia Civil e resolveu também denunciar em grupos de WhatsApp as ameaças que recebeu de apoiadores de Astro de Ogum.

Vereador foi preso em 2019

Em setembro de 2019, no ano passado, o vereador Astro de Ogum e mais dois assessores foram presos na residência do parlamentar, em São Luís, pela Polícia Civil do Maranhão. As prisões dos assessores foram por decisão da Justiça, enquanto o vereador foi preso em flagrante por conta de uma arma de fogo ter sido encontrada em sua residência sem a devida posse, segundo a polícia.

A operação foi realizada por agentes do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos vinculado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).
Segundo a polícia, um dos assessores presos trocava mensagens com pessoas na internet e conseguia material suficiente das vítimas para começar a extorqui-las.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.