Wellington defende participação popular ao discutir MP que altera Conselho e Fundo Estadual de Esportes

Na manhã desta segunda-feira (5), o deputado estadual progressista Wellington do Curso participou de uma audiência pública para discutir sobre a Medida Provisória 263/2017, do Governo do Estado, que altera o Conselho Estadual de Esporte e Lazer do Maranhão e o Fundo Estadual de Esportes.

A audiência, que foi solicitada pelo deputado Eduardo Braide (PMN), contou com a representatividade do Fórum Metropolitano das Entidades de Pessoas com Deficiência e Patologias, Carlivan Braga; do diretor de esporte da Escola de Cegos do Maranhão, Antônio Rocha; do presidente da Associação dos cronistas locutores esportista do MA, Tércio Dominici; de representante da Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-MA, Priscila Selares; além de membros da sociedade civil e também do deputado estadual Roberto Costa.

Ainda durante a audiência, a população se pronunciou e deixou claro não concordar com as alterações propostas na Medida Provisória.

“Estão querendo impedir que participemos do Conselho de Esporte. Sou pessoa com deficiência e mereço respeito. É um desrespeito sem tamanho”, disse uma das pessoas presentes na audiência.

Sobre a Medida Provisória, o deputado Wellington destacou alguns pontos que, segundo ele, devem sim ser alterados e defendeu a participação popular.

“É um desrespeito com a população tentar impedir a participação de vários segmentos no Conselho do Esporte. Com essa medida, o governador exclui representantes de federações estaduais de esporte amador, dos clubes profissionais do estado do Maranhão, entidades de pessoas com deficiência, além do representante da imprensa esportiva. Esse é o motivo pelo qual apoiamos sim a elaboração de emenda que impeça que isso ocorra”, disse Wellington.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.