Caso Décio Sá: juiz confirma pronúncia a júri de oito dos 11 acusados

Blog do Daniel Matos 

O juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, Osmar Gomes dos Santos, manteve a decisão de pronúncia de oito dos 11 acusados do assassinato do jornalista Décio Sá, morto a tiros em 23 de abril de 2012, em um bar na Avenida Litorânea, em São Luis.

O magistrado manteve a decisão de pronúncia em relação a José Raimundo Sales Chaves júnior, o “Júnior Bolinha”; os policiais Alcides Nunes da Silva e Joel Durans Medeiros; Elker Farias Veloso; o capitão da PM, Fábio Aurélio Saraiva Silva, o “Fábio Capita”; Fábio Aurélio do Lago e Silva, o“Bochecha”; os empresários Gláucio Alencar Pontes Carvalho e José de Alencar Miranda Carvalho (pai de Gláucio). Em agosto deste ano eles foram pronunciados para ir a júri popular e recorreram.

Na decisão do recurso, o juiz Osmar Gomes seguiu as contrarrazões do Ministério Público Estadual e remeteu, nesta sexta-feira (13), o traslado dos recursos e do inquérito ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Fonte: Corregedoria Geral de Justiça

4 pensou em “Caso Décio Sá: juiz confirma pronúncia a júri de oito dos 11 acusados

  1. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE BURITICUPU ELY JOSÉLIO MONTEIRO BEZERRA DA SILVA, DA CANO EM 14 VEREADORES E DESVIA 40 MIL REAIS DE SEUS SALÁRIOS SÓ EM 2013.

  2. OS 14 VEREADORES DE BURITICUPU RECORRE A JUSTIÇA PARA RECEBEREM SEUS SALÁRIOS DESVIADOS PELO PRESIDENTE ELY JOSÉLIO MONTEIRO BEZERRA DA SILVA.SÓ QUE ATÉ O MOMENTO A JUSTIÇA AINDA NÃO SE PRONUNCIOU SOBRE O CASO.

  3. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE BURITICUPU ELY JOSÉLIO MONTEIRO BEZERRA DA SILVA, DA CANO EM 14 VEREADORES E DESVIA 40 MIL REAIS DE SEUS SALÁRIOS SÓ EM 2013. OS 14 VEREADORES DE BURITICUPU RECORRE A JUSTIÇA PARA RECEBEREM SEUS SALÁRIOS DESVIADOS PELO PRESIDENTE ELY JOSÉLIO MONTEIRO BEZERRA DA SILVA.,SÓ QUE O JUIZ DA COMARCA JÁ DEU PARECER FAVORÁVEL AOS VEREADORES MAS O PRESIDENTE PEGOU BOA PARTE DO DINHEIRO E PAGOU UM ADVOGADO PARA RECORRER DA DECISÃO, NA CAPITAL MARANHENSE.SÓ QUE ATÉ O MOMENTO A JUSTIÇA AINDA NÃO SE PRONUNCIOU SOBRE O CASO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.