CADÊ O MP ? irmão do assessor de Brandão é ‘sócio oculto’ em empresa que já movimentou mais de R$ 10 milhões na EMSERH

Há pelo dois meses este blog denunciou uma verdadeira farra ocorrida em licitações da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), que atingiu frontalmente o ex-presidente da pasta Marcos Antônio Grande, o renomado advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro, e Eduardo Viana, conhecido pela alcunha de D’brinco.

As denúncias apontaram para utilização dos chamados ‘testas de ferro’ numa sociedade empresarial que já movimentou mais de R$ 10 milhões na pasta, entre os anos 2020 e 2022 (REVEJA AQUIAQUI).

No centro das denúncias estão a mulher de Eduardo Viana, Noelia Cutrim Pereira, e Zenith Braga Matias Gomes, sogra do advogado Ronaldo Ribeiro. Ambas figuram como ‘sócias- administradoras’ da empresa Lençóis Maranhense Lavandeira Industrial LTDA.

Hoje, a reportagem do Blog do Maldine Vieira traz novos capítulos que devem colocar, de uma vez por todas, os envolvidos no centro de uma grande investigação.

Segundo apurou a reportagem, Eduardo Viana é irmão de um dos mais antigos e fies assessores do governador Carlos Brandão, identificado como Júnior Viana.

Viana seria o elo existente entre integrantes da alta cúpula do governo e a empresa registrada em nome da cunhada e controlada secretamente pelo irmão.

Ainda segundo apurou a reportagem, o poderia financeiro de Eduardo Viana subiu de forma estratosférica depois que conseguiu abertura em pastas governo.

Além da EMSERH, a empresa possui contratos na Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), comandada pelo secretário Murilo Andrade. A lavanderia teria, inclusive, uma filial dentro do próprio complexo penitenciário de pedrinhas. Já os contratos, são mentidos no anonimato e nunca sequer foram publicados no Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas (SACOP) do Tribunal de Contas do Estado.

A pergunta que não calar é: será que o Procurador-Geral de Justiça Eduardo Nicolau terá coragem de mandar investigar alguém tão próximo ao governador ? ou continuará se fingindo de cego, surdo e mudo para tentar manter sua estada à frente da PGJ.

Do Blog do Maldine Vieira 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.