Professores e professoras de Direito aderem à campanha de Diego Sá

Durante encontro realizado na segunda-feira, 8, em uma restaurante de São Luís, professores e professoras de Faculdades de Direito da capital maranhense declararam adesão à campanha do candidato à presidência da OAB/MA pela Chapa 10, o advogado Diego Sá.

Os educadores debateram com Diego Sá, possíveis ações em fortalecimento à advocacia e em benefício ao trabalho dos professores da advocacia maranhense, tanto para os profissionais da ativa, os inativos, como para os aposentados.

Uma das pautas focais do debate foi a valorização da Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB/MA. Diego Sá defende a ampla participação da classe dos advogados para o fortalecimento e modernização da ESA. Sá lembra ainda, que a Chapa 10 possui ao menos 20 professores advogados, dedicados em reforçar a importância da qualificação dentro da Ordem.

“Nossa chapa tem mais de 20 professores, isso significa que temos não só advogados, mas homens e mulheres que transmitem conhecimento. Queremos fazer uma nova Escola Superior de Advocacia e esse será o nome da ESA: Nova ESA. Nova em relação a sua diretoria, nova em relação a sua atuação, nova em relação a obediência e respeito a atuação de cada diretor. A OAB não vai ser de A ou de B. A Escola Superior não será de C ou de D. Aqueles que querem contribuir serão muito bem vindos porque nós queremos construir nosso projeto com todos e com todas”, pontuou Diego Sá.

O advogado, professor e atual diretor de Ensino à Distância da ESA-OAB/MA, Alfredo Goes, destacou a implementação do Programa de Valorização do Advogado Professor da Chapa 10, para formar novos educadores e ajudar a inserir esses profissionais no mercado da educação. Goes também sustenta que a realização de seletivos para a ESA seria a forma mais democrática de garantir acesso a qualquer advogado que tenha interesse em ministrar aulas na ESA.

“Uma das nossas premissas é ouvir os professores e professoras para que a gente possa elaborar nosso projeto. Nossas propostas não são fechadas. A gente deixa em aberto nossas ações para que possamos aperfeiçoar sempre ao ouvir os alunos, professores e ex-professores da advocacia de modo geral”, ressaltou Alfredo Goes.

*Ensino Jurídico: advocacia mais ética, democrática e justa*

Já a advogada, criminóloga, professora e atuante na Comissão dos Direitos Humanos e Comissão dos Direitos do Consumidor, Patrícia Barros, destacou durante o encontro que o objetivo da chapa 10 é formar professores que possam contribuir de forma efetiva para uma advocacia ética, democrática e justa.

“Quando Diego Sá fala que tem preocupação com o ensino jurídico, ele quer mostrar para a sociedade civil e mostrar para o advogado, que ele faz parte deste contexto. Por isso essa preocupação com o ensino jurídico, com maior aproximação com as universidades, em levar uma ESA itinerante, que possa atender as necessidades de cada advogada e advogado dentro do seu eixo, seja no Direito do Trabalho, Civil, Previdenciário, bem como em todas as outras áreas do Direito”, reforçou Patrícia Barros.

Renovação

Kleber José Moreira é professor de Direito da Universidade Ceuma e também participou do encontro dos educadores da Advocacia com Diego Sá. Para Kleber, os temas apresentados durante o encontro dos professores com Diego Sá, reforçam a importância da renovação dos quadros da OAB Maranhão.

“Para um sistema democrático, é muito importante a mudança. Nada melhor do que a gente mudar para avançar a oxigenação em todos os ramos. A Chapa 10 tem como grande foco a democratização da OAB, a valorização do advogado, fazer com que a OAB seja a Casa de Todos, onde todos os advogados se sintam bem-vindos e possam buscar a OAB. Quando a gente fala todos os advogados, isso envolve desde advogados em início de carreira, que acabaram de sair da universidade, quanto o advogado mais velho, que também tem suas dificuldades. Ambos tem que ver na OAB o órgão para que ele seja acolhido, para ter aí seus direitos garantidos”, frisou o professor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.