Justiça acata denúncia contra Astro de Ogum por porte ilegal de arma

O juiz auxiliar da 5ª Vara Criminal, Raul José Duarte Goulart Júnior, acatou pedido de denúncia contra o vereador Astro de Ogum por porte ilegal de arma. O processo a que responde o parlamentar segue com última movimentação, dando conta de apreensão da arma para custódia.

Em setembro de 2019, Astro de Ogum foi preso em São Luís, pagou fiança e foi liberado após prestar depoimento à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

O vice-presidente da Câmara e dois assessores foram presos, à epoca, na residência do vereador, localizada no bairro Olho d’Água. Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas e funcionários foram suspeitos de crime de extorsão.

No local, a polícia também apreendeu aparelhos celulares e notebooks dos investigados. Sobre a arma, Astro de Ogum disse, à época, na Seic, que o revólver calibre 32, encontrado embaixo da cama do seu quarto, pertence ao seu motorista.

Sob o comando da Superintendência Estadual de Investigações Criminais, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, a Polícia Civil deflagrou a operação na residência do vereador Astro de Ogum, mas os alvos foram dois de seus assessores: um homem e uma mulher.

No local, a Polícia apreendeu aparelhos celulares e notebooks dos investigados. No entanto, no imóvel foi encontrada a arma de fogo cuja propriedade foi atribuída a um dos funcionários que fazem a segurança do imóvel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.