O GPS deve ser outra promessa que não será cumprida…

A infeliz declaração do vice-prefeito eleito de São Luís, Roberto Rocha, anunciando um possível reajuste nas tarifas de ônibus logo no início da administração de Edivaldo Holanda Júnior revelou que o bilhete único tão propalado durante a campanha não passou de uma promessa eleitoreira.

Mas não fica só por aí! Outra promessa de campanha que seria para melhorar a qualidade no serviço do transporte público também não será cumprida, trata-se do GPS, aquele que facilitaria ao passageiro saber o horário aproximado que seu ônibus chegaria à sua parada.

Este blog foi o primeiro a noticiar que o novo prefeito teria dificuldades para implantar o bilhete único. O principal entrave é o alto custo o que só tornaria o projeto possível com dinheiro da prefeitura, já que as empresas de ônibus não suportam bancar mais custos. O que torna a execução do bilhete único praticamente inviável.

Agora, fica claro que o GPS também não sairá do papel. Esse é outro projeto de custo altíssimo e está longe de ser um projeto simples como Edivaldo fazia parecer no horário eleitoral. Esse tipo de tecnologia não é barata e para ser possível precisaria que a prefeitura instalasse sistema de GPS em toda a frota de ônibus da capital, além de contratar uma empresa de monitoramento para operar o sistema.

Parece simples, mas não é!!! Enquanto isso os usuários vão se baseando mesmo pelo velho e bom relógio e pela prática de todos os dias…

 

3 pensou em “O GPS deve ser outra promessa que não será cumprida…

  1. Caro Marcelo,

    Vamos esperar primeiro o Edivaldo assumir a prefeitura para falar do que ele não vez. Discordo vc quando diz que GPS é complicado de ser implantado pois já estão existem programas em Android que pode saber exatamente a sua localização. Não duvide da tecnologia e também da variação de preços que acontecem diariamente. Sobre o bilhete único, vamos ver o que Edivaldo Holanda vai propor para os empresários para conseguir implantar esse novo sistema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.