Em Nina Rodrigues, Câmara autoriza prefeito a pagar metade de salário mínimo para funcionários contratados

Blog do Gláucio Ericeira

A Câmara de Municipal de Nina Rodrigues aprovou projeto de lei, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o prefeito Raimundo da Iara (foto) a criar na estrutura administrativa da sua gestão cargos temporários, cujos vencimentos, são de apenas R$ 477,00 – metade do salário mínimo.

Dos nove vereadores, apenas dois (Iratan e Raimundo Velho) foram contrários à proposta que está gerando revolta na cidade.

O projeto aprovado permite que Raimundo da Iara contrate temporariamente 135 servidoress que irão desenvolver funções de limpeza de estabelecimentos públicos; conservação dos bens móveis; higienização dos objetos de trabalhos manuais de modo geral.

Estes funcionários deverão ter o quarto ano do ensino fundamental e irão trabalhar 20 horas semanais.

Eleito, em 2016, para o seu primeiro mandato, Raimundo da Iara é alvo de várias denúncias que sugerem, por exemplo, direcionamento de processos licitatórios; além da contratação de empresas investigadas pelo Ministério Público.

O referido projeto de lei, com toda certeza, deverá tornar-se alvo das atenções do promotor de Justiça Benedito Coroba.

É aguardar e conferir.

Um comentário sobre “Em Nina Rodrigues, Câmara autoriza prefeito a pagar metade de salário mínimo para funcionários contratados

  1. E, quando você acha que nada que venha dos políticos pode te surpreender, eis que vem esse prefeito acéfalo com essa proposta imoral, se um salário mínimo não dá para o cidadão viver com nem com um mínimo de dignidade, como preconiza a Constituição federal, imagina viver com metade do mínimo está faltando óleo para lubrificar essa cara de pau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *