Osmar Filho prestigia 26ª edição do Círio de Nazaré no Cohatrac

A 26° edição da maior celebração religiosa na cidade aconteceu neste domingo, 14, e contou com presença da população, autoridades, fiéis, e líderes políticos.

O evento que ocorre todos os anos, na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac, contou com o prestígio do vereador Osmar Filho (PDT), sua esposa Clara e do senador eleito Weverton e sua companheira Samya.

Houve uma grande procissão de encerramento, que foi orfanizada por diversos voluntários que se uniram em prol da programação.

O vereador Osmar elogiou a festa religiosa em sua rede social como um “excelente evento pela gratidão e consagração à vida”.

Blog do Gláucio Ericeira

Pesquisa Ibope: Bolsonaro lidera disparado na maioria dos seguimentos

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda (15) apurou os percentuais de intenção de voto para o segundo turno da eleição para presidente da República entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Veja os números do levantamento por segmentos de sexo, idade, escolaridade, renda, região, religião e cor.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Antes do resultado por segmentos para os quatro candidatos com maiores índices de intenção de voto, vamos aos números totais:

Resultados da pesquisa por segmento
Sexo

Duarte Júnior surge como nome capaz de barrar Eduardo Braide em 2020

Acabada as eleições deste ano os holofotes da política já se voltam para as eleições municipais de 2020. São Luís é o principal alvo. Das urnas saíram dois candidatos naturais. Eduardo Braide e Duarte Junior.

Braide saiu gigante como o segundo deputado federal mais votado com quase 190 mil votos, e o mais votado na capital maranhense com 131 mil votos. Duarte Junior na disputa estadual , seguiu o mesmo roteiro. Terceiro mais votados  no geral foi o mais votado na grande Ilha com quase 47 mil sufrágios.

Para muitos analistas políticos Eduardo Braide é que tem mais condições de  ser prefeito de São Luís em 2020. Mas não pode cometer erros, como se ausentar do debate, como aconteceu com Eliziane Gama que saiu de 2012 como prefeita virtual e deixou a disputa em em quarto lugar.

Na esteira dos mais votados, Duarte Júnior surge como o nome que tentará barrar o favoritismo de Braide. E ele não perdeu tempo. Nos próximos dias irá ao ar, um programa de rádio direcionado para a defesa do direito do consumidor. nesse programa, Duarte Junior, que já foi diretor do Procon irá tirar duvidas e orientar a população sobre seus direitos como consumidor.

A estratégia é a mesma usada pelo jornalista e advogado Celso Russomano, que ficou conhecido por participar de programas no rádio e na Tv sobre defesa do direito do consumidor. Foi por conta desses programas que ele se elegeu deputado e disputou a prefeitura de São Paulo. Em 2018, liderava a disputa para governo, mas abriu mão para apoiar João Doria.

O embate entre os dois jovens deputados pela prefeitura de São Luís já começou e Duarte Júnior parece ter largado na frente.

Vamos aguardar os acontecimentos

 

Reforma administrativa e decisões judiciais podem mudar composições da Assembleia e Câmara

Blog do Gláucio Ericeira

Uma reforma administrativa, que deverá ser promovida pelo governador Flávio Dino (PC do B) no início de 2019, e possíveis decisões judiciais envolvendo recursos de candidatos aos cargos de deputado estadual e deputado federal, irão alterar a composição da Assembleia Legislativa do Maranhão e Câmara Federal.

É certo, segundo fontes palacianas, que Dino modificará, mais uma vez, o seu secretariado.

A ação, prevista para ser colocada em prática em fevereiro ou março, terá, claro, o seu viés político, uma vez que a saída de parlamentares dos seus cargos abrirá espaço para que outros aliados do comunista assumam, mesmo que temporariamente, assentos na Alema e Congresso.

Não será surpresa que ex-secretários como o deputado estadual reeleito, Neto Evangelista (DEM), e o deputado estadual e deputado federal eleito, Bira do Pindaré (PSB), sejam novamente chamados para a equipe governamental.

Evangelista foi secretário estadual de Desenvolvimento Social e Pindaré comandou a pasta da Ciência e Tecnologia.

Caso Neto retorne ao governo, quem assume é o ainda deputado Edivaldo Holanda (PTC), pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Com a saída de Bira, o eterno suplente Simplício Araújo (SD) seria alçado à condição de deputado federal interino.

É pouco provável que o deputado federal eleito e braço direito de Dino, Márcio Jerry (PC do B), retorne à pasta da Comunicação e Assuntos Políticos, o que abriria vaga para Gastão Vieira (PROS).

Jerry está empolgado com a ideia de trabalhar em Brasília e já se movimenta no sentido de ser um dos “cabeças” da nova Bancada Maranhense.

Neste caso, uma possibilidade seria convocar Pedro Lucas Fernandes (PTB), que presidiu a Agência Executiva Metropolitana.

Porém, o retorno do jovem deputado federal a São Luís é um plano que, muito provavelmente, deverá ser executado mais próximo da eleição municipal de 2020.

Vale destacar que, na nova reforma administrativa, o governador ainda terá que encontrar espaços para aliados reprovados nas urnas, tais como Rogério Cafeteira (DEM) e Julião Amin (PDT), por exemplo.

Sub judice – Paralelo a isso, o quadro também pode se alterado em função de possíveis decisões judiciais provenientes de recursos impetrados por candidatos.

É o caso do ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PRP), que concorreu sub judice para deputado federal por ter tido o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral (reveja).

Se Ricardo tiver os mais de 23 mil votos validados, Juscelino Filho (DEM) perderia a vaga para Wolmer Araújo (PV), que também aguarda o julgamento de um processo contra ele no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA).

Na Assembleia, a validação dos votos de Hemetério Weba (PP) beneficiaria Edivaldo Holanda, que passaria para a condição de reeleito.

Nesta situação, o Pastor Cavalcante (PROS) seria realocado para a suplência.

Outro imbróglio envolve os petistas Sayd Zaidan e Luiz Henrique Lula da Silva. A validação dos votos do primeiro beneficiaria diretamente o segundo, que passaria para condição de eleito.

Neste caso, o prejudicado seria o pedetista Ricardo Rios, que perderia a titularidade do mandato.

Datafolha: Bolsonaro vence 2º turno com 58% dos votos válidos; Haddad fica com 42%

A primeira pesquisa de intenção de votos para o segundo turno da disputa pela Presidência da República, divulgada pelo Datafolha na noite desta quarta-feira (10), mostra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, vitorioso com 58% da preferência do eleitorado em votos válidos, com vantagem de dezesseis pontos sobre o adversário Fernando Haddad (PT), que fica com 42%.

No caso, os votos válidos não levam em consideração abstenções ou votos brancos e nulos. A pesquisa registrou entre os votos totais o seguinte:

Jair Bolsonaro: 49%
Fernando Haddad: 36%
Brancos e nulos: 8%
Não souberam/não responderam: 6%

O instituto entrevistou 3.235 pessoas ainda hoje para este levantamento. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ela foi registrada no TSE com o número BR-00214/2018.

Mais cedo, na primeira pesquisa nacional sobre o segundo turno, divulgada pela consultoria de pesquisa Ideia Big Data em parceria com VEJA, Bolsonaro (PSL) aparece na frente com 54% dos votos válidos contra 46% de Haddad.

No último levantamento feito pelo Datafolha, divulgado dia 6/10, um dia antes da votação para o primeiro turno, os candidatos apresentavam empate técnico no cenário testado. À ocasião, Bolsonaro teria 45% de votos contra 43% de Haddad; os brancos e nulos registravam 10%, enquanto 2% não sabiam em quem votar.

A pesquisa do instituto também havia antecipado que Bolsonaro teria 40% dos votos válidos no primeiro turno, contra 25% de Haddad; Na votação deste domingo (7), o capitão da reserva teve mais de 46% dos votos — Haddad apresentou 28,9%.

Com uma gestão transparente e unificadora, Othelino deverá ser reeleito presidente da Assembleia

O atual presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), deverá ser reeleito para o cargo sem nenhum tipo de problema e de forma consensual.

O parlamentar assumiu o comando da Casa em janeiro, após o falecimento do saudoso e experiente Humberto Coutinho (PDT) – reveja e reveja.

Considerado como um dos melhores políticos de uma nova safra produzida no estado, Othelino deu conta do recado com maestria.

Conduziu a Alema de forma transparente, austera e unificadora.

É consenso entre deputados eleitos e reeleitos o reconhecimento ao bom trabalho desenvolvido pelo atual presidente.

Prova disso é que vários parlamentares, tais como Zé Inácio (PT), Helena Duailibe (SD), Duarte Júnior (PC do B), Ricardo Rios (PDT), Thaíza Hortegal (PP), Leonardo Sá (PRTB) e Rildo Amaral (SD), ainda nesta semana de pós-eleição, fizeram questão de declarar apoio público ao mesmo.

Apesar de discreto, Othelino sabe operar bem, quando necessário, junto ao governo do estado.

Porém, sempre mantendo a independência que deve prevalecer entre os Poderes.

No bojo das especulações que surgem acerca da sucessão interna na Casa do Povo, nomes como dos deputados Marcelo Tavares (PSB), ex-presidente, e Cleide Coutinho (PDT), viúva de Humberto, também são levados em consideração.

No entanto, as chances de um cenário de disputa se estabelecer são zero.

Cleide já teria dito aos mais próximos que não tem interesse em forçar um embate, principalmente com Othelino, que é seu amigo pessoal e foi um aliado fiel de Humberto.

Tavares mira em outro projeto, qual seja transformar-se, via Assembleia, em conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), cargo vitalício e com status financeiro e político de desembargador.

Portanto, a eleição que definirá a nova Mesa Diretora da Alema, biênio 2019/20, deverá ocorrer de forma tranquila.

A disputa pelos demais cargos ocorrerá e é mais do que natural que aconteça.

Porém, o comando continuará nas mãos de Othelino Neto.

Eleição de Wendell Lages é um troféu à corrupção

Um prêmio pela corrupção com direito a troféu. Assim pode ser resumida a eleição do jovem empresário Wendel Lauande Fonseca Lages Barbosa, o Wendel Lages (PMN), de 28 anos, que foi eleito deputado estadual com 22.989 votos, equivalentes a 0,71%da votação.

Apesar de ser um estreante na política, Wendel Lages teve um desempenho de votação que surpreendeu a todos. Sua eleição, entretanto, vem cercada de polêmica e denúncia de corrupção.

Wendel que é filho do empresário Antônio Lages Barbosa com também empresária Alessandra Matos Lauande Fonseca, teria vergonha do sobrenome Lauande, por estar associada à família do prefeito de Itapecuru, Miguel Lauande Fonseca, o Dr. Miguel (PRB), conhecido pela alcunha de “Lau Lau ande”.

VEJA TAMBÉM:
Filho de empresário investigado por corrupção quer ser deputado

Pai e filho são tão próximos que foram denunciados juntos pelo Ministério Público Estadual (MP) num suposto esquema fraudulento envolvendo contratos de suas empresas com a gestão de Dr. Miguel no valor de R$ 2,56 milhões. O prefeito itapecuruense seria tio da mãe do deputado eleito.

Se a eleição dele para uma das 42 cadeiras da Assembleia Legislativa foi um prêmio pela corrupção, caberá ao Ministério Público do Maranhão (MP-MA) a entrega do troféu conhecido como Algema de Ouro.

 

Votação expressiva de Drª Thaíza consagra Luciano como a maior liderança da Baixada Maranhense

A eleição da médica Drª Thaíza Hortegal (PP) para a Assembleia Legislativa do Maranhão estabeleceu o seu marido e prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), em uma posição de destaque no cenário político maranhense, em especial na região da Baixada.

Com o total apoio de Luciano, Thaíza realizou uma campanha propositiva, pé no chão e que percorreu todas as cidades do Maranhão.

O resultado foi expressivo. Dos 217 municípios, a médica foi votada em 202, o que se configura em uma presença eleitoral em quase 95% do estado.

Nas cidades da Baixada Maranhense, Thaíza confirmou o favoritismo do grupo político comandado por Genésio e ficou em primeiro lugar entre os dez candidatos que receberam mais votos.

Em Pinheiro, veio a total consagração.

A esposa do prefeito Luciano Genésio obteve mais de 13 mil votos, um recorde na história política da Princesa da Baixada e que também serviu para enterrar, de vez, o que sobrou da minguada oposição feita pelos Mendes. Portanto, ao eleger a mulher, Luciano deixa a disputa eleitoral mais forte do que nunca.

Ações na Justiça ameaçam mandato de Júnior Lourenço

No dia 1º de janeiro do ano que vem, deputados eleitos por todo o Brasil tomarão posse nas Assembleias e na Câmara Federal. No Maranhão, os 42 estaduais e os 18 federais assumem para o mandato 2019-2022. Contudo, alguns deles ainda têm alguma pendência com a justiça e podem ter os diplomas cassados.

É o caso do deputado federal eleito José Lourenço Bonfim Júnior, o Júnior Lourenço (PR), que registrou sua candidatura respondendo a uma série de processos e até inquéritos policiais. Apesar de ter uma liminar deferida pela justiça suspendendo o efeito de algumas decisões, o ex-prefeito de Miranda do Norte, assume o mandando sub judice e será um parlamentar com prazo de validade, aguardando o desfecho de um dos julgamentos nas mais diferentes instâncias da justiça.

Como o Supremo Tribunal Federal (STF) restringiu o alcance do foro por prerrogativa de função de parlamentares federais, Júnior Lourenço chegará à Câmara sem direito a foro especial já que os processos que ele responde não ocorreram durante o mandato que ainda vai assumir. Por tanto, como os delitos foram praticados no período em que administrou a cidade maranhense de Miranda, Júnior Lourenço deve ser processado pela primeira instância da Justiça, como qualquer cidadão, conforme entendimento do STF.

Embora tente “fingir que não esteja sendo investigado ou processado criminalmente”, levantamento do site Maranhão de Verdade com base em bancos de dados da Justiça Federal e do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), revelou que o deputado eleito é alvo de uma série de ações das mais variadas possíveis. Além disso, ele também responde a inquéritos policiais, conforme certidões obtidas pela reportagem.

Othelino Neto faz avaliação positiva das eleições e agradece votação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), fez, nesta terça-feira (9), uma avaliação positiva das eleições e aproveitou para agradecer a votação expressiva que recebeu (60.386 votos), assegurando-lhe a reeleição como o quinto mais votado.

“Quero agradecer ao povo do Maranhão pela minha reeleição. Foi o reconhecimento do trabalho que fizemos nos últimos quatro anos. Além disso, o povo deu uma maiúscula vitória ao nosso campo político, com a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), no primeiro turno, e com a eleição dos senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS). Foi uma sinalização objetiva e clara de quem está gostando desse novo modelo político que vem sendo implantado no Estado”, assegurou.

“O Maranhão está mudando para melhor e agora os maranhenses avalizaram isso”, enfatizou.

Othelino Neto fez um agradecimento especial aos seus eleitores. “Eu fico muito grato pela minha vitória. A votação foi muito boa e agradeço a cada um dos meus eleitores, dos municípios que tive mais votos aos que tive menos. Fico feliz que o povo do Maranhão tenha reconhecido o meu trabalho, me permitido continuar na Assembleia”, afirmou.

O presidente da Assembleia fez também uma saudação aos novos deputados eleitos e aos reeleitos. “Tenho certeza de que os novos deputados que vão chegar aqui vão somar muito e ajudar muito o Maranhão, como os atuais estão fazendo”, manifestou.

Sobre a bancada feminina na Assembleia Legislativa, Othelino disse que é preciso aumentar mais a representação da mulher na política. “Torço para que isto aconteça nas próximas eleições, tanto na Assembleia quanto na Câmara Federal. Esperamos que as mulheres ocupem mais espaço na vida pública maranhense. A boa notícia é a eleição da senadora Eliziane”, finalizou.