Roberto Costa parabeniza BEC pelo retorno à serie A do Campeonato Maranhense

O deputado Roberto Costa subiu à tribuna da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira (16), para parabenizar a diretoria do Bacabal Esporte Clube pela vitória que garantiu o acesso do time de volta a primeira divisão do campeonato maranhense.

O jogo aconteceu contra o Timon, nesta quarta-feira (15). O Leão do Mearim fez 3 a 0 em cima do Timon, na casa do adversário. Com o resultado, o BEC voltou à elite do futebol estadual.

Roberto Costa falou sobre a garra do time para garantir o retorno a série A. “O time se mostrou superior, organizado e com vontade de trazer a alegria para o povo de Bacabal, que é uma torcida apaixonada por seu clube”, disse.

Os gols do BEC na partida foram marcados Helton, aos 21 minutos do primeiro tempo; Cris, aos 23 minutos do segundo tempo e Michel, aos 32 minutos do segundo tempo. A estreia do BEC será contra o Sampaio, no dia 21 de janeiro, provavelmente no Castelão.

Confira os nomes dos alvos da Operação da PF contra desvios de R$ 18 milhões na SES

Atual 7

Foi deflagrada pela Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira 16, com a participação da Receita Federal, Ministério Público Federal (MPF) e da Controladoria-Geral da União (CGU), a Operação Pegadores, 5ª fase da Operação Sermão dos Peixes, para desarticular esquema fraudulento que desviou, entre 2015 e 2017, aproximadamente R$ 18 milhões de recursos federais em contratos com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

As investigações tiveram início com base numa publicação feita pelo ATUAL7, sobre o pagamento de supersalário para uma amiga do secretário estadual de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry Barroso.

Buscas estão sendo efetuadas nas empresas envolvidas na fraude, nas residências dos sócios responsáveis pelo esquema e nos órgãos públicos investigados. Foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal Criminal do Maranhão diversos mandados de busca e apreensão e de prisão temporária. Foram decretados também o sequestro de bens móveis e imóveis dos responsáveis pelo esquema e o afastamento do Superintendente de Acompanhamento à Rede de Serviços da SES.

Além de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, a PF apura ainda indícios de subtração de dinheiro público por meio de contratos de gestão e termos de parceria firmados pela SES com empresas de fachada.

Uma dessas empresas, inclusive, era uma sorveteria que, em fevereiro de 2015, passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, numa empresa especializada na gestão de serviços médicos. Mais de R$ 1,2 milhão de recursos federais foram desviados por meio de notas frias com essa mudança.

Novas prisões deverão ser feitas nos próximos dias.

Abaixo a lista completa dos alvos da Operação Pegadores:

Prisão temporária

1.Antônio José Matos Nogueira
2. Chisleane Gomes Marques
3. Mariano de Castro Silva
4. Luiz Marques Barbosa Júnior
5. Rosângela Aparecida da Silva Barros (Rosângela Curado)
6. Antonio Augusto Silva Aragão
7. Benedito Silva Carvalho
8. Flávia Geórgia Borges Gomes
9. Ideide Lopes de Azevedo Silva
10. Marcus Eduardo Alves Batista
11. Miguel Marconi Duailibe Gomes
12. Osias de Oliveira Santos Filho
13. Paulo Guilherme Silva Curado
14. Péricles Silva Filho
15. Waldeney Francisco Saraiva
16. Warlei Alves do Nascimento
17. Karina Mônica Braga Aguiar

Proibição de frequentar a SES e a Superintendência de Acompanhamento à Rede de Serviços

1. Júlio César de Oliveira Gonçalves

Busca e apreensão

Órgãos públicos

1. Secretaria de Estado da Saúde (SES)
2. Superintendência de Acompanhamento à Rede de Serviços

Empresas

3. O.R.C Gestão e Serviços Médicos Ltda (atual Agora Empreendimentos Educacionais Ltda)
4. Instituto de Serviços Médicos e Consultoria Ltda-ME
5. Matos Contabilidade

Residências dos investigados

6. Antônio Augusto Silva Aragão
7. Antônio José Matos Nogueira
8. Benedito Silva Carvalho
9. Chisleane Gomes Marques
10. Flávia Georgia Borges Gomes
11. Ideide Lopes de Azevedo Silva
12. Júlio César de Oliveira Gonçalves
13. Luiz Marques Barbosa Júnior
14. Marcus Eduardo Alves Batista
15. Mariado de Castro Silva (endereço 1)
16. Mariado de Castro Silva (endereço 2)
17. Mariado de Castro Silva (endereço 3)
18. Miguel Marconi Duailibe Gomes
19. Osias de Oliveira Santos Filho
20. Paulo Guilherme Silva Curado
21. Péricles Silva Filho
22. Rosângela Aparecida da Silva Barros (Rosângela Curado – endereço 1)
23. Rosângela Aparecida da Silva Barros (Rosângela Curado – endereço 2)
24. Valdeney Francisco Saraiva
25. Warlei Alves do Nascimento

PF revela que desvios na SES chegaram a R$ 18 milhões

A Polícia Federal revelou agora há pouco em entrevista coletiva em sua sede, na Cohama, que mais de R$ 18 milhões em recursos para a saúde foram desviados desde 2015 e destinados para o que a própria PF denominou de “apadrinhados políticos”. Segundo a PF – cuja operação Pegadores ocorreu em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU) – estes valores eram  compilados e, em seguida, distribuídos. A PF admite que os valores desviados poderão ser ainda maiores.

Ainda de acordo com a PF, um assessor técnico inserido na folha de funcionários atual da Secretaria de Saúde do Estado era um dos responsáveis pela distribuição dos valores. Somente uma empresa de fachada – que aparentemente revendia sorvetes – abocanhou R$ 1,2 milhão que, em seguida, eram repassados a aliados do governo.

No total, a polícia revelou que 424 pessoas estavam inseridas no quadro de unidades hospitalares do estado do Maranhão sem prestar expediente. As suspeitas começaram a partir da identificação de uma enfermeira que prestava serviços para a SES, de um salário incompatível com a função. A constatação foi feita em março de 2015 e, segundo a apuração, o valor recebido pela funcionária era de R$ 13 mil.

A PF confirmou ainda que a ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado, está presa e que o superintendente de Acompanhamento da pasta também foi detido. Além destes, tesoureiros e gestores também foram conduzidos. De acordo com as investigações, Curado era uma das pessoas responsáveis por ditar a distribuição dos valores desviados. Ela responderá por corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa.

A polícia confirmou ainda que a operação Pegadores ainda não foi finalizada e que novas prisões deverão ser feitas nos próximos dias.

Blog do Gilberto Léda

PF deflagra nova operação para coibir desvio de recursos no setor da saúde do MA

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (16) a Operação PEGADORES, que apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, em Contratos de Gestão e Termos de Parceria firmados pelo Governo do Estado do Maranhão na área da saúde.

A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

Cerca de 130 policiais Federais cumprem 45 mandados judiciais, expedidos pela Juíza Federal Paula Souza Moraes da 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 28 mandados de busca e apreensão em São Luís/MA, Imperatriz/MA, Amarante/MA e Teresina/PI, além do bloqueio judicial e sequestro de bens no total de R$18.000.000,00.

Durante as investigações conduzidas na Operação Sermão aos Peixes, em 2015, foram coletados diversos indícios de que servidores públicos, que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.

As investigações indicaram a existência de cerca de 400 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais, sem que prestassem qualquer tipo de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.

O montante dos recursos públicos federais desviados por meio de tais fraudes supera a quantia de R$ 18.000.000,00. Contudo o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de diversas outras fases da Operação Sermão aos Peixes.
Foi detectado também que uma empresa registrada como sendo uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos. Essa empresa foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que teriam permitido o desvio de R$ 1.254.409,37.

Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros.

Após os procedimentos legais, os investigados serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da justiça federal.

O nome da Operação é uma referência a um trecho do Sermão do Padre Antônio Vieira (1654), que ficou conhecido como o “Sermão aos Peixes”, no qual o Padre toma vários peixes como símbolos dos vícios e corrupção da sociedade. Um dos peixes ele chamou de PEGADOR: referência aos vícios do oportunismo: “vivem na dependência dos grandes, morrem com eles”.

Durante a investigação, restou comprovado a prática habitual de desvio de verbas para o pagamento a “apadrinhados” políticos: pessoas que recebem dinheiro público sem a devida contraprestação laboral, ou seja, atuando como “pegadores”, na visão do Sermão, já que recebiam tais benesses em razão da influência de pessoas importantes na política local, como já alertava o Padre Antonio Vieira no Sermão aos Peixes.

A primeira fase da Operação Sermão ao Peixes foi deflagrada em 16 de novembro de 2015, quando foram cumpridos mais de 60 mandados judiciais e presos os gestores da duas principais entidades responsáveis pela terceirização do sistema de saúde à época, a Organização Social INSTITUTO CIDADANIA E NATUREZA – ICN e a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público BEM VIVER ASSOCIAÇÃO TOCANTINA PARA O DESENVOLVIMENTO DA SAÚDE.

As segunda e terceira fases foram deflagradas simultaneamente em 06 de outubro de 2016, e resultaram na Operação ABSCONDITO, que apurou o embaraço a investigação criminal decorrente do vazamento da operação Sermão aos Peixes, e na Operação VOADORES, que apurou o desvio de R$ 36.000.000,00 (trinta e seis milhões de reais) que haviam sido sacados diretamente das contas dos hospitais por meio de cheques de pequeno valor.

A quarta fase foi batizada de Operação RÊMORA e foi deflagrada no dia 02 de junho de 2017, quando foram presos em flagrante os gestores da Organização Social Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania – IDAC, que estavam desviado recursos públicos mediantes saques de grandes quantias em espécie na “boca do caixa”.

Projeto de Wellington implantado pelo Governo já tirou mais de 7 mil maranhenses do analfabetismo

“Sim, eu posso!”. Esse foi o projeto encaminhado pelo deputado estadual Wellington do Curso (PP), por meio da Indicação 777/2015, solicitando que o Governador implantasse o programa que visa combater o analfabetismo no Maranhão. A proposta foi aceita pelo Governo do estado ainda em 2015 e já resulta em mais de 7 mil maranhenses alfabetizad

Ao fazer referência ao dia da alfabetização, celebrado na última terça-feira, 14, o deputado Wellington destacou o importante papel da educação.

“A educação é o único meio capaz de transformar sonhos em realidade. É com muita alegria que destacamos que mais de 7 mil maranhenses já saíram do analfabetismo graças ao Programa ‘Sim, eu posso!’. Projeto nosso que foi encaminhado em 2015, logo no início do nosso mandato. Ao apresentarmos essa solicitação, em 2015, o nosso objetivo foi (e é) combater o analfabetismo no Maranhão, tendo em vista os inúmeros casos de jovens, adultos e idosos analfabetos. O passo inicial já foi dado. Agora, precisamos ampliar o Programa, a fim de que o número de pessoas contempladas seja cada vez maior. Acreditamos que o desenvolvimento de um estado está intimamente relacionado ao desenvolvimento de seu povo. E tal desenvolvimento só será plenamente possível quando a educação alcançar os mais humildes e o conhecimento for bem comum entre ricos e pobres. ”, disse o professor e deputado Wellington.

TSE CONFIRMA: Josimar de Maranhãozinho é ficha limpa para 2018

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu que o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho. junto com seu candidato a prefeito da cidade de Maranhãozinho Auricélio Morais, não cometeu abuso de poder econômico no pleito de 2012 como teria sido questionado pela coligação opositora.

Mesmo sem prova alguma a juíza eleitoral da comarca de Governador Nunes Freire tinha cassado o prefeito Auricélio tirando-o do cargo e tornando seu aliado politico o deputado Josimar inelegível. A decisão já tinha sido reformada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e agora foi confirmada unanimemente pelo TSE onde teve como Ministro Relator o juiz Luiz Fux.

Destaque nesta ação para o competente advogado Carlos Sérgio de Carvalho Barros que em sua defesa inquestionável provou a decisão incorreta da primeira instância e ainda comprovou a inocência dos acusados.

Agora LIVRE LEVE E FICHA LIMPA, Josimar de Maranhãozinho segue como candidato ficha limpa na disputa ao pleito de 2018 como um forte concorrente a umas das 18 vagas à Câmara Federal.

O caso Ludmila Rosa e o recado certeiro de Raimundo Cutrim

Ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão, o deputado estadual Raimundo Cutrim (PC do B) foi certeiro ao abordar, na tribuna da Assembleia Legislativa, o caso envolvendo o empresário Lucio André e a sua ex-esposa, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro.

Cutrim, durante pronunciamento feito ontem na Casa, condenou a atitude do empresário e defendeu que o mesmo seja punido.

No entanto, também condenou o fato de vários setores da imprensa – inclusive boa parte ligado ao governo do estado – tentar politizar o assunto ao envolver o nome do prefeito do município de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), que vem a ser irmão de André.

“Não podemos responsabilizar terceiros”, disse Raimundo Cutrim.

O deputado estadual lembrou que, em 2008, foi vítima de situação parecida ao ter o seu nome relacionado à prisão de um irmão seu, Fernando de Jesus Soares Cutrim, mais conhecido como Louro Bill.

“Em 2008, fui atingido de maneira covarde, de maneira muito errada. Então, se o Lúcio André praticou o crime que ele responda; ele é maior de idade, tem suas responsabilidades. Nós não podemos vinculá-lo ao irmão, o prefeito de Pinheiro”, afirmou.

O empresário é acusado de agredir a ex-esposa e, por conta disso, já teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Devido ao ocorrido, o pequeno grupo político que faz oposição a Luciano Genésio vem aproveitando, de forma rasteira, o episódio para tentar macular a imagem do prefeito.

Deputado Josimar de Maranhãozinho prestigia aniversário de Pedro do Rosário

O deputado estadual Josimar Maranhãozinho e a presidente do PR Mulher Detinha prestigiaram na noite de ontem (12), o encerramento das festividades em comemoração ao aniversário de 23 de Pedro do Rosário.
Após fazer parte de vários momentos da programação, inclusive presenteando o município com 05 quilômetros de asfalto o parlamentar e sua esposa também fizeram questão de prestigiar a parte festiva do aniversário que teve como grande atração o cantor sertanejo Eduardo Costa.
Mais uma vez a presidente do PR Mulher Detinha parabenizou a cidade e a administração do prefeito Raimundo Antônio pelos esforços em benefício da população. “Pedro do Rosário está de parabéns pela realização de uma festa tão bonita e também pela sua administração que vem trabalhando com muita determinação pelo progresso do lugar com ações importantes que estão mudando a vida das pessoas.”
O deputado Josimar mais uma vez ratificou o seu apoio ao município e a administração do prefeito Raimundo Antônio. “Assumi um compromisso com essa cidade e com a administração, estou aqui para ajudar no que for possível para fazer de Pedro do Rosário uma cidade cada vez melhor.”

NOTA – Estado de saúde do presidente Humberto Coutinho

COMUNICADO 

Dra. Cleide Coutinho e familiares, em respeito à população de Caxias e do Maranhão, informam que Dr. Humberto Coutinho encontra-se em Caxias para dar continuidade ao tratamento de um quadro infeccioso e, por determinação da equipe médica, as visitas estarão restritas aos familiares.

Informam, ainda, que logo que haja liberação da equipe médica, Dr. Humberto retornará a receber todos os seus amigos com a mesma receptividade.

 

Caxias, 13 de novembro de 2017

Mais de 15 mil pessoas participam da Marcha para Jesus de Pinheiro

Mais de 15 mil pessoas participaram, no último sábado, de mais uma edição da Marcha para Jesus do município de Pinheiro, na região da Baixada Maranhense.

O prefeito da cidade, Luciano Genésio — acompanhado da primeira-dama Thaíza Hortegal; do deputado federal Waldir Maranhão; vereadores e outros lideranças políticas e comunitárias – fez questão de prestigiar o evento, participando de todo o cortejo que percorreu várias vias do município.

“Faço questão de estar ao lado do povo, participando de toda e qualquer manifestação popular e religiosa de nossa cidade”, afirmou Genésio.

Além do cortejo, o evento foi marcado por orações feitas por vários pastores e louvação ao Senhor Jesus Critso.

PS: O editor do blog condena a manobra que alguns veículos de comunicação fizeram com o objetivo de ligar a figura do prefeito a um fato isolado ocorrido em São Luís e que envolveu o irmão de Genésio e sua ex-mulher.

O gestor pinheirense nada tem a ver com tal situação e tentar associá-lo a mesma só demonstra, mais uma vez, o desespero de um pequeno grupo político que tenta, sem sucesso, lhe fazer oposição.