Duarte Júnior transforma CPI em palanque que não interessa nem a Flávio Dino

O deputado estadual Duarte Júnior (PRB) está novamente em rota de colisão com o próprio governo do qual faz parte. Ele agora tenta usar a CPI dos Combustíveis da Assembleia Legislativa para pressionar donos de postos e fortalecer o projeto de sua mulher, Karen Barros, no Procon-MA.

Pré-candidato a deputado federal, Duarte quer transformar Karen em sua substituta na Assembleia; e usa a CPI como articulação para fortalecer o Procon-MA.

O problema é que, ao prometer redução dos preços dos combustíveis de qualquer forma, o deputado da base de Flávio Dino pressiona o próprio governo Flávio Dino, que controla parte dos preços dos combustíveis com a alíquota do ICMS.

Duarte tem usado a CPI para pressionar representantes don setor de combustíveis a reduzir o preço, sobretudo da gasolina – que em alguns casos já chega a R$ 5,95; Para isso, ameaça blitz do Procon-MA nos postos e multas milionárias.

A postura do presidente da CPI tem incomodado não apenas os membros da própria comissão, mas o comando da Assembleia Legislativa, que vê nas atitudes do parlamentar o uso da estrutura da Casa em interesse eleitoreiro.

A seccional da OAB-MA pretende representar judicialmente contra o deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.