RICARDO CAPELLI ASSUME COMUNICAÇÃO DO GOVERNO

Ricardo Garcia Capelli nasceu no Rio de Janeiro em 11 de fevereiro de 1972, filho de Renato Bastos Capelli e Cenilza Garcia Capelli. Começou a militar no movimento estudantil quando cursou processamento de dados da Universidade Estácio de Sá, engajando-se na luta pela redução do valor das mensalidades e pela permanência do inadimplente na universidade.

Em 1994, foi eleito presidente do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Estácio, e juntamente com a União Nacional dos Estudantes (UNE), conseguiu o apoio do presidente da República, Itamar Franco, que assinou uma medida provisória determinando que, durante o semestre, o estudante inadimplente não poderia sofrer nenhum tipo de sanção, o qual foi um marco histórico na época.

Ao ser reeleito em 1995, não pôde terminar o mandato, pois em seguida foi eleito presidente da União Estadual de Estudantes (UEE) do Rio de Janeiro. Também foi eleito coordenador-geral da UEE, cargo que exerceu até 1996. Ainda em 1995 ajudou a organizar o Conselho Estadual de Entidades de Base, reunindo cerca de 140 centros acadêmicos, e filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PC do B).

Em julho de 1997, foi eleito presidente da UNE no 45º Congresso Nacional da entidade, realizado em Belo Horizonte, onde foi aprovado que a participação de mulheres na UNE deveria ser de 20%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.