“Aqueles que puderem, fiquem em casa”, diz Edivaldo, pedindo à população de São Luís que mantenha o distanciamento social

Em novo pronunciamento em suas redes sociais no início da tarde desta quarta-feira (15), o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) reforçou a importância do distanciamento social como principal medida de controle da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Nós, gestores públicos, a imprensa, a OMS e as campanhas repetem o mesmo pedido pelo distanciamento social. Porque não há tratamento efetivo para a Covid-19 senão evitar a contaminação”, diz Edivaldo em vídeo publicado nas redes sociais.

O apelo de Edivaldo é necessário porque São Luís concentra, sozinha, mais de 80% dos casos confirmados de Covid-19 em todo o estado. Até as 21h da terça-feira (14), eram 533 confirmações na capital.

“Estamos entre as cidades do país com o maior número de infectados pelo novo coronavírus. O quadro é de emergência. A cada dia aumentam os números de pacientes em tratamento e de óbitos”, alerta.

O pedetista também reforçou que manterá as medidas de distanciamento social já adotadas. “Não podemos recuar da quarentena sob pena de consequências mais graves. Os hospitais privados e os leitos nas redes públicas estão quase cheios”.

Por fim, Edivaldo faz um agradecimento a todos os pais e mães de famílias que exercem atividades essenciais e não têm como permanecer em casa. “Aos profissionais de saúde e aos trabalhadores dos serviços essenciais o nosso reconhecimento e gratidão”.

1 pensou em ““Aqueles que puderem, fiquem em casa”, diz Edivaldo, pedindo à população de São Luís que mantenha o distanciamento social

  1. Sim, a maior parte das merendeiras das escolas municipais ficarão permanentemente porque foram demitidas pela empresa que o senhor contratou do Alto da Lapa de Sao Paulo, e para os desespero delas a conta foi batida errada porque a empresa só está pagando 20% do valor da rescisão contratual, a caixa percebeu o erro e está voltando as merendeiras para irem à empresa para que esta conserte o engano, coisa que eu duvido. Edivaldo sempre soube da situação dessas profissionais e a defasagem de seus salários, mas não fez nada para amenizar isso porque qd teve a chance de se livrar do grupo SP continuou com empresa da Lapa, qd tem um feriado ou ponto facultativo sempre o valor é descontado do salários delas. Enfim prefeito, espero que o senhor durma o sono dos inocentes com o problema que o senhor fingiu não enxergar durante esses fatídicos 7 anos de mandato, ainda bem que faltam poucos meses para trocarmos de prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.