Edivaldo anuncia ampliação do horário de funcionamento de unidades da rede municipal de saúde

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) segue reestruturando a rede de saúde de São Luís e adota mais uma medida para fortalecer o atendimento na rede de atenção básica. O horário de atendimento nos postos de saúde passará a ser estendido a partir deste sábado (07). Agora, de segunda-feira à sexta-feira, os postos de saúde funcionam uma hora a mais, das 8h às 18h, e passam também a abrir aos sábados, das 7h ao meio-dia. A medida passa a valer a partir deste sábado (07) e é uma ação pioneira na saúde municipal adotada na gestão do pedetista.

A princípio a medida contempla 12 unidades de saúde e partir de abril começa a ser estendida para mais unidades da rede. A ação é permanente e tem como base o programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde. Com isso a população de São Luís terá mais acesso a procedimentos de rotina, como exames e consultas. Profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e membros dos setores administrativos estarão mobilizados.

A adesão ao programa reforça o compromisso de Edivaldo em trabalhar para garantir mais qualidade de vida para a população de São Luís. Com isso, além de fortalecer a rede de atenção básica, que passa por um amplo programa de reforma, contemplando mais de 25 unidades, a medida garante também diminuição na lotação na rede de urgência e emergência.

1 pensou em “Edivaldo anuncia ampliação do horário de funcionamento de unidades da rede municipal de saúde

  1. Com a quantidade de pessoas que têm na Semus isso já deveria ter sido implantado há tempos. Embora parte desse contigente são apenas figuras decorativas que ganharam um emprego se algum político. Onde moro há um posto de saúde de vez em quando vou lá e observo os funcionários, exceto alguns estagiários, sempre vejo caras novas sem nenhuma função relevante, depois da Semed essa deve ser a secretaria mais inchada da administração, um certo vereador há um tempo até bateu nessa tecla sobre esse contigente de pessoas que ñ se traduzia em qualidade de atendimento para a população. O prefeito sairá deixando esse problema qd deveria realizar um concurso público para técnicos de enfermagem, radiologia e médicos em vez de colocar gente à toa e em alguns casos sem a mínima qualificação fora a terceirização desenfreada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.