Edivaldo é recebido calorosamente por moradores do Recanto Verde durante lançamento de obra

O prefeito Edivaldo segue sua agenda intensa do programa São Luís em Obras em diversos bairros da cidade e tem sido recebido de forma calorosa pela população. Foi o caso de hoje ao fazer o lançamento da construção da ponte no Recanto Verde. Esta era uma demanda histórica de quem mora no bairro desde sua fundação há mais de 20 anos.

Em suas redes sociais, Edivaldo postou um vídeo ao lado de um dos moradores do bairro, Marcelo, onde é possível constatar a expectativa, felicidade e confiança da população com a obra. “Esta é uma obra que a gente está esperando há 20 anos e eu tenho certeza que a obra será concluída por causa do prefeito Edivaldo”, diz o morador.

Enquanto esteve no local, o pedetista recebeu o apoio de diversos moradores do Recanto Verde, que recordaram ainda que desde sua primeira gestão ele trabalha no bairro, já tendo asfaltado diversas ruas.

A recepção calorosa deve se repetir nesta sexta-feira (21), quando Edivaldo lança as obras de construção de mais uma ponte, desta vez no bairro Fumacê, a terceira de um amplo pacote de infraestrutura. Na semana passada teve início a construção da ponte do Baixão, no São Cristóvão, onde os moradores preparam café da manhã para recepcionar o prefeito.

1 pensou em “Edivaldo é recebido calorosamente por moradores do Recanto Verde durante lançamento de obra

  1. Na gestão de Holanda tudo é possível. Quero perguntar a ele, via internet porque não tenho como encontrá-lo, onde ele aprendeu administração. As pessoas que trabalham de limpeza nas escolas, segundo elas, ao participarem da palestra feita pela empresa para orientá-los quanto ao serviço dentre outras coisas, disse que eles podem limpar o refeitório e passar o pano no chão, mas não nas mesas, nesse caso estas ficarão sujas? porque após o lanche elas precisam ser limpas, pois alguns alunos acabam derramando merenda em cima delas, e aí, Edivaldo explique como contratam uma empresa tão eficiente e olha que ela já no oitavo ano nas UEBs. Outra coisa cadê as máquinas de ponto eletrônico que a Semed implantaria nas escolas para registrar a presença dos funcionários do quadro, a maioria dos servidores tem seu compromisso com seus respectivos horários e os cumpre cabalmente, porém tem uma turma que acha que deve trabalhar quando sente vontade, inclusive onde trabalho, sei de uma escola que há 2 mulheres trabalhando no lugar das titulares dos cargos, isso não pode, no entanto isso acontece. Há funcionários que chegam às 9 h da manhã, outros às 3 da tarde, não culpo a secretaria porque para isso tem os gestores que deviam controlar o livro de ponto, porém alguns fecham os olhos, e a sociedade tem pagar salários de quem não quer trabalhar ocupando lugar de quem realmente gosta e precisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.