Flávio diz que suplências serão discutidas mais à frente e questão do DEM está pacificada

O governador Flávio Dino conversou com os jornalistas Raimundo Garrone, Leandro Miranda e Clodoaldo Corrêa logo após a reunião com os representantes dos 14 partidos que formam a base de apoio a seu governo. Flávio explicou detalhes sobre a reunião e claro, principalmente sobre a formação da chapa majoritária, que era o tema principal da reunião.

O chefe do executivo estadual apresentou aos partidos sua opinião sobre a chapa majoritária para que os dirigentes avaliassem. Como ele já tinha manifestado seu apoio ao deputado federal Weverton Rocha e este nome estava praticamente já pacificado pelos partidos, apresentou agora os nomes de Carlos Brandão para a vaga de vice e Eliziane Gama a segunda candidata para o senado.

“Demonstrei que não eram opções aleatórias ou por amizades. Tenho convicção que com estes nomes e com este grupo temos condições de vencer no primeiro turno e eleger os dois senadores”, afirmou.

Para a escolha de Eliziane Gama, Dino elencou a sólida liderança popular, a aliança com seu grupo desde 2006 e existir ruma complementação de perfil da chapa elevando a penetração no segmento da mulheres, no segmento evangélico e movimentos sociais, lembrando se sua atuação na Assembleia Legislativa e Câmara federal.

Flávio disse que agora cada partido em seu tempo vai discutir internamente a proposta, mas que ele ficou muito satisfeito porque nesta primeira reunião não houve veto, não houve nenhuma aparente rejeição à proposta.

Questionado sobre o acordo com o DEM, que deveria indicar um nome na chapa majoritária e ter ficado fora, Flávio deu novas informações sobre o acordo. “Chapa majoritária é o conjunto da chapa, isso inclui a suplência. Falei com o presidente nacional do DEM, com o presidente estadual e estamos com a situação pacificada”, afirmou.

Ele não quis tratar nesta primeira sobre a formação das suplências de senado, esperando primeiro a concretização da chapa principal. Mas ficou claro que o DEM terá indicação.

Flávio espera encerrar a discussão e ter a chapa homologada pelos partidos dentro de um mês.

Blog do Clodoaldo Corrêa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.