Márcio Jerry retrocede, mas já não há mais tempo para reconciliação

Blog do Gláucio Ericeira

O secretário estadual de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, joga para a plateia e resolveu, como num passe de mágica, retroceder.

Ontem, em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora FM, o pré-candidato a deputado federal e presidente do PC do B no Maranhão tentou amenizar a crise política instalada no seio do Palácio dos Leões e que foi ocasionada pelo rompimento do ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido) com o governador Flávio Dino.

Jerry faltou com a verdade ao afirmar que Dino nunca se negou a conversar com Zé Reinaldo.

Para passar a falsa impressão de que não há rompimento, encheu o ex-governador de elogios, assumindo um posicionamento que, nem de longe, condiz com a atuação que ele desenvolveu em desfavor do atual deputado federal.

Flávio Dino, em nenhum momento, quis dialogar com Zé Reinaldo sobre o seu projeto de disputar uma das duas vagas para o Senado.

O próprio ex-governador deixou isso claro, ontem, em um vídeo divulgado nas suas redes sociais.

Na segunda-feira de Carnaval, por exemplo, estava tudo certo para Zé Reinaldo e Flávio Dino reunirem-se no Palácio dos Leões com o objetivo de aparar as arestas.

O ex-governador foi humilhado, mais uma vez, sendo despachado pelo comunista, que alegou, de última hora, possuir uma agenda mais importante.

Portanto, o discurso apaziguador e cheio de confetes de Márcio Jerry trata-se, tão somente, de encenação política.

E por mais que tenha algum resquício de sinceridade, não cola mais.

Afinal, já não há mais tempo para uma reconciliação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.