Edvaldo Holanda ja contraiu 209$ milhões em empréstimos para São Luis

O Estado – Em dois anos de mandato, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) contraiu três empréstimos para financiamento de sua gestão. Todos eles foram destinados à pavimentação e recuperação de vias urbanas. Os valores chegam a R$ 209 milhões, valor seis vezes maior do que o endividamento deixado pelos prefeitos Jackson Lago, Tadeu Palácio e João Castelo (PSDB).

O primeiro empréstimo contraído na gestão de Edivaldo Júnior, de R$ 99,4 milhões, ocorreu em agosto de 2013, para serviços de pavimentação de 170 quilômetros de vias e recuperação asfáltica de outros 60 quilômetros de ruas em bairros de São Luís. O financiamento foi feito junto à Caixa Econômico Federal dentro da segunda etapa do programa de Aceleração do Crescimento.

Os serviços de pavimentação e recuperação asfáltica estavam previstos para acontecer nos bairros Alto Calhau, Anil, Cidade Operária, Cruzeiro do Anil, Coroadinho, Vila Luizão, Turu, João de Deus, Vila Palmeiras, Sacavém e Santos Dumont. Algumas destas áreas reclamam, diariamente, em reportagens da TV Mirante, da falta de estrutura viária, entre outros problemas. Cerca de cinco meses depois do primeiro empréstimo, o prefeito pediu autorização à Câmara Municipal para que o município contraísse mais R$ 71,2 milhões em outra operação com a Caixa.

A verba também foi destinada à pavimentação e recuperação asfáltica de bairros em São Luís. Nesse projeto estão inclusos ainda serviços de drenagem superficial, rede coletora de águas pluviais e ainda sinalização viária.

No fim de 2014, Edivaldo Júnior conseguiu aprovar mais uma autorização de empréstimo. Desta vez, o prefeito pediu autorização para o município contratar empréstimo de R$ 39 milhões junto ao Banco do Brasil para a modernização da administração tributária.

A Câmara autorizou a contratação deste novo empréstimo, elevando a dívida na gestão de Edivaldo Júnior a R$ 209 milhões. Este valor é seis vezes maior que os R$ 34 milhões registrados no Tesouro Nacional, referentes a endividamento do município nas três últimas gestões anteriores ao petecista.

Obras –­ Dos bairros elencados para receber melhoria, somente o da Areinha têm homens da Prefeitura trabalhando, mas não em pavimentação ou recuperação asfáltica. Tratam-se de melhoria do trânsito, o que não está previsto nas propostas de financiamento.

Outros bairros, como Alto Calhau e Coroadinho, não receberam benefício algum. No Altos do Calhau há somente uma placa de obra da Prefeitura indicando recuperação da Avenida Eduardo Magalhães e a Duque de Caxias. Nenhuma obra.

Já no Coroadinho, onde deveria ter sido feita a recuperação asfáltica e também um sistema de drenagem, não há indicativos de que a Prefeitura esteja trabalhando. Nem placa há.

3 pensou em “Edvaldo Holanda ja contraiu 209$ milhões em empréstimos para São Luis

  1. Como ele vai fazer os ajustes que precisa se não tiver verba? Vale lembrar que ele fez um emprestimo com tudo as claras, muito diferente do que acontecia com a Sarneyzada que era tudo nas entoca.

  2. Do jeito que a cidade tava quando ele assumiu tinha que ser muita verdinha pra poder dar conta meu caro, ele ta fazendo o que pode pra concertar a cidade, confio em Edivaldo e acredito que ele vai conseguir.

  3. E mesmo? Kiki será que foi a herança maldita que João castelo deixou? Era isso que eu escutava todos os dias na rádio capital kkkkk isso é apenas o começo não existe político honesto…

Deixe um comentário para celio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.