O problema é compatível com a realidade…

A deputada estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos, Eliziane Gama (PPS), criticou a declaração do presidente da Caema em relação aos últimos protestos e reclamações pela falta de água da capital.

– Tivemos uma manifestação com interdição de vias na cidade pela revolta da população. Quando a população vai para a rua é exatamente para mostrar o descontentamento. Assisti a entrevista em que o presidente da direção da Caema, diz que mais de 60% das reclamações feitas, não são compatíveis com a realidade. E aí realmente me questiono, o que isso significa então essas reclamações? – frisou.

De fato, a realidade do presidente parece ser outra, já que o problema da falta de água de São Luís se arrasta por décadas, causando muitos danos à população.

A parlamentar ainda alertou que a permissão de prestação de serviço da Caema em São Luís é dada pela Prefeitura Municipal. Ela lembrou que no período eleitoral do ano passado já se falava em revisão do contrato de concessão.

– Não é responsabilidade somente do Estado, por que é a Prefeitura que dá autorização para a Caema prestar serviço na capital. O atual prefeito se comprometeu a rever o contrato, e já foi iniciado em estudo técnico, capitaneado pelo ex-governador José Reinaldo Tavares para rever essa concessão e até o presente momento não foi apresentado nada – explicou.

Todos cobram soluções…

Blog do Marco D’Eça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.