Na Câmara dos Vereadores de São Luís, prática do voto secreto já era proibida…

Após manutenção do mandato de Donadon, uma votação foi instalada para validar ou não a existência do voto secreto na Câmara Federal.

Com o total de 452 votos, ou seja, por unanimidade, a Casa votou a favor do voto aberto, extinguindo o voto secreto.

A medida se estende a determinação para os Legislativo nos estados e nos municípios.

Porém, pioneira na ação, a Câmara dos Vereadores de São Luís já havia proibido o voto secreto desde o ano de 2001, segundo afirmo, em sessão ordinária, esta manhã, o Presidente Isaías Pereirinha.

Com isto, a Câmara de São Luís é a primeira do Brasil a adotar essa medida.

Com a aprovação na Câmara Federal, a proposta segue para análise do Senado, primeiro na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois, no plenário (leia mais aqui).

Blog do Marco D’Eça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.