Jantar em Imperatriz com 40 prefeitos preocupa oposição

A oposição não precisou de mais de um dia útil para demonstrar que o jantar na casa do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), com quase 40 prefeitos e com o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando (PMDB) incomodou bastante e botou a barba de muita gente de molho.

Da tribuna da Assembleia Legislativa, na primeira sessão da semana, após o jantar, Marcelo Tavares (PSB) disse que esperava que a reunião “não tenha sido regada a convênios”, revelando o que mais perturbou os oposicionistas: o fato do jantar ter reunido quase quarenta prefeitos sem que o prato principal fosse convênios.

O sobrinho do ex-governador José Reinaldo sabe perfeitamente que é muito difícil reunir essa quantidade de prefeitos apenas com um telefonema de uma única liderança. Madeira, ao convidar cada prefeito, deixou claro que o jantar era apenas para uma conversa informal com o secretário de Infraestrutura.

O pior de tudo, e que fez a Oposição acusar o golpe tão rapidamente, foram os burburinhos que chegaram aos ouvidos dos defensores da candidatura do comunista Flávio Dino (PC do B), que nada teve haver com o bobó de camarão servido pela primeira dama de Imperatriz, Conceição Madeira.

O que atemorizou mesmo os oposicionistas foi o fato dos infiltrados comunistas terem contado sobre o conteúdo do discurso de Luis Fernando, que, em pouco mais de uma hora de sua fala aos prefeitos, sem pedir um voto ou falar de política partidária ou eleitoral mostrou que tem preparo imbatível para elaborar e implantar um Plano de Governo com a participação dos municípios capaz de fazer com que o Maranhão contemple de fato uma mudança semelhante a que aconteceu com o Ceará há 25 anos, quando da gestão focada em resultados comandada pelo empresário Tasso Jereissati.

Os oposicionistas ouviram dos infiltrados que Luis Fernando pronunciou o seguinte: “Com força de vontade, políticas públicas eficientes e transparência é possível transformar sonhos em algo concreto e construir uma nova realidade para o Maranhão”.

Mas, para piorar a situação dos oposicionistas, os infiltrados revelaram que Luis Fernando tem toda a vontade necessária; tem mais de 30 anos na vida pública trabalhando com transparência; conhece as dificuldades do municipalismo e se alguém for investigar com imparcialidade seus seis anos à frente da prefeitura de São José de Ribamar vai descobrir que ele conseguiu aplicar na prática todas as políticas públicas que antes só existiam nos ideais de constituição do Partido dos Trabalhadores.

Depois de ouvir tudo isso dos infiltrados no jantar de Madeira, os infiltrados governistas na reunião dominical da bancada dinista na Assembleia, revelaram que os comunistas concluíram que por mais caprichado que tenha sido o bobó da Dona Conceição, é melhor continuar comendo farinha em Saco das Almas.

Blog do Jorge Aragão 

1 pensou em “Jantar em Imperatriz com 40 prefeitos preocupa oposição

  1. Pedimos ao nobre amigo que faça uma matéria sobre a greve dos professores luminenses.
    Amigos e Servidores Públicos de Paço do Lumiar, nos últimos dias a Educação local passou por uma triste experiência vivida por todos na gestão que antecedeu a atual… muitos boatos, documentos do governo cobrando dos Servidores representatividade nacional para efetivação de direitos, ABSURDO, distribuição de cópias nas escolas com conteúdo no intuito de confundir e dividir a Categoria, reuniões para camuflar o descaso presentes nas escolas, com alunos, servidores e comunidade,…
    Amigos, NÃO SE DEIXE ENGANAR!
    GOVERNO SÉRIO CUMPRE LEI, não fica inventando decretos afim de dificultar a efetivação de direitos de Alunos e Servidores.
    O que Paço do Lumiar precisa é de Ação efetiva, cumprimento de leis e respeito ao cidadão.
    Vamos rememorar:
    A Gestão A Conquista é de Todos! a frente da categoria teve avanços significativos, confira:
    Em 2012:
    Redução de 40h para 30h na jornada de trabalho dos Merendeiros(as), realizamos greve, pois os colegas desempenhavam 2 ou 3 funções e ainda estavam errados e sem direito a nada, dá pra entender?
    Reajuste 2012 de 22,22% foi na base da Greve;
    Reforma emergencial em algumas escolas, que não possuíam a mínima condição de funcionamento;
    Concessão de uma ajuda de transporte a todos os Servidores da Educação, que foi apelidada de vale transporte;
    Atualização dos salários dos contratados, pois existiam servidores com 8 meses sem seus vencimentos;
    Em 2013:
    Reestruturação do PREV-PAÇO, que servia como “cofrinho dos Prefeitos”;
    Eleição Direta ou Seletivo de Gestores de Escolas;
    Chamada dos excedentes do último concurso, conquista em parceria ao excelente trabalho do MPE;
    Para termos aulas em dia, pela inoperância do governo fomos obrigados ameaçar parar;
    Para termos reservado 1/3 para atividades extraclasse, pela inoperância do governo fomos obrigados ameaçar parar, pelo governo, só iria falar deste assunto ano que vem;
    para recebermos o salário de dezembro/2013, ameaçamos parar, pois o atual governo alegou que era dívida da gestão passada…
    Elaboração de um TAC entre Prefeitura e Escolas Comunitárias (e seus contratos) juntamente com MPE, pois esta modalidade de emprego funcionava como curral eleitoral;
    A LUTA CONTINUA:
    Estamos ajuizando Ações de cobrança de reajustes e perdas salariais de merendeiro e Professores, pois temos certeza que o atual governo se fizer será por pressão dos Servidores, pois está demonstrado como os Educadores serão tratados, sem respeito e direitos;
    Aos colegas CONTRATADOS, CONTINUAMOS AJUIZANDO AÇÕES reivindicando seus direitos;
    Estamos cobrando a Elaboração do PME, Conselhos da Educação, Alimentação Escolar, Fundeb;
    Estamos cobrando uma Educação de Qualidade;
    Estamos cobrando TRANSPARÊNCIA NAS CONTAS PÚBLICAS em parceria com o MPF;
    Estamos cobrando a Elaboração, Aprovação e Efetivação de um PCCV para os Merendeiros, Operacionais, Técnicos e Vigias;
    Estamos cobrando a Efetivação da Lei Municipal Nº 424 de 29 de dezembro de 2009;
    Estamos cobrando a construção de Escolas e a realização de mais matrículas;
    Estamos cobrando a Lei da Municipalização;
    Estamos cobrando respeito e transparência na execução da Alimentação Escolar;
    Estamos cobrando a realização de Concurso Público;
    Estamos cobrando a Categoria a participar mais nestes pleitos e na Câmara onde são aprovados ou não verbas para Educação também.
    __________________________
    Gestão: “A CONQUISTA É DE TODOS!”
    Saudações sindicais, um forte abraço e que Deus nos abençoe.
    INFORME-SE, PARTICIPE E DIVULGUE!
    – A DIRETORIA –

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.