“Hildo Rocha corre o risco de ficar inelegível em 2014″, diz relator do processo

Juiz José Carlos do Vale Madeira

Não é nada fácil a situação do secretário Hildo Rocha. Réu num processo que tramita na Justiça Federal acusado pelo crime de improbidade administrativa por corrupção no período em que foi prefeito do município de Cantanhede em 2004, Rocha corre sério risco de entrar para a lista dos políticos ficha suja, e assim, ficar inelegível para as eleições de 2014.

O blogueiro Luís Pablo foi quem trouxe o assunto à tona. Até então, as estripulias do secretário eram desconhecidas da população. Sempre posando de bom moço e político exemplar, Rocha vê agora sua credibilidade “maculada” e de quebra, o sonho de se eleger deputado federal ameaçado.

Sem o menor constrangimento, o secretário chegou a lançar uma nota oficial negando os fatos e classificando a publicação como mentirosa.

Para não restar dúvidas e desmentir o secretário Hildo Rocha, o blog do Luís Pablo publicou hoje duas declarações do relator do processo, o juiz federal, José Carlos do Vale Madeira, da 5ª vara da Seção Judiciária do Maranhão, que disse o seguinte:“Hildo Rocha corre o risco de ficar inelegível em 2014″, disse.

Segundo Carlos Madeira, o secretário alegou em sua defesa que tem encontrado dificuldade para apresentar os documentos que provam como foram aplicados os recursos federais no município de Cantanhede.

“A situação de Hildo Rocha é bastante complicada, devido o relatório da CGU apontar várias irregularidades de má aplicação de recursos públicos”.
Na ação, Hildo Rocha está sendo acusado de desvio de recursos do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Secretário Hildo Rocha: enrolado

Pedido negado

Na defesa do secretário, os advogados pediram que fosse reconhecida a prescrição. Mas o juiz negou e abriu prazo para informar se a defesa pretende produzir mais provas, para depois julgar.
O juiz federal afirmou que até o final deste ano será julgado o processo contra o secretário.

No quesito- O juiz federal José Carlos do Vale Madeira é o mesmo que pediu, em 2002, a prisão de Emílio Jorge Murad, irmão de Jorge Murad, por suposto envolvimento no caso Lunus. À época, Emílio conseguiu um habeas corpus e se livrou da prisão.

1 pensou em ““Hildo Rocha corre o risco de ficar inelegível em 2014″, diz relator do processo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.