Caso Décio: negado mais um habeas corpus a Jr. Bolinha

O empresário Júnior Bolinha – que agora quer que todo mundo acredite em sua inocência porque ele escreveu uma carta na qual diz revelar o verdadeiro mandante do assassinato do jornalista Décio Sá – perdeu mais uma na Justiça do Piauí.

Foi publicado ontem (9) acórdão da 2ª Câmara Criminal do TJ-PI negando mais uma pedido de habeas corpus feito pela defesa do homem acusado de haver arregimentado os assassinos tanto do jornalista maranhense, como do empresário Fábio Brasil, morto a tiros em março de 2012.

A decisão foi unânime e de acordo com o parecer do Ministério Público. No novo pedido, os advogados de Bolinha tentaram fazer com que o cliente fosse beneficiado pela decisão, da mesma Câmara, que determinou a soltura de Fábio Capita, em maio deste ano (reveja).

Relatou o processo o desembargador Erivan Lopes. Veja aqui a íntegra do acórdão.

Blog do Gilberto Léda 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.