Sétimo Waquim diz que cochilo na Câmara caracteriza cumprimento de obrigações como parlamentar

Do Atual7

Sétimo Waquim acredita que ter dormido em plena votação da matéria é cumprimento de obrigação como parlamentar. Foto Reprodução
Sétimo Waquim acredita que ter dormido em plena votação da matéria é cumprimento de obrigação como parlamentar. Foto Reprodução

Flagrado dormindo no plenário da Câmara durante a votação da MP dos Portos, o deputado federal maranhense, professor Sétimo Waquim (PMDB), disse que não se sente constrangido pelo acontecimento.

Sétimo justificou que estava cansado devido a ‘uma maratona de viagens ao interior’ do Estado e da participação em alguns eventos em São Luís. O deputado disse que setores da imprensa deturparam a informação, e que as várias fotos em que ele aparece cochilando no plenário apenas caracterizam o seu esforço em cumprir com todas as suas obrigações como parlamentar.

Talvez por ainda estar cansado, Sétimo Waquim esqueceu-se apenas de comentar que, enquanto o texto da MP dos Portos ainda estava sendo aprovado, o único esforço foi ter de se levantar para continuar o cochilo no setor de cafezinho da Casa.

Esforço de Sétimo Waquim e outros deputados em participar da aprovação da MP dos Portos. Foto: Reprodução
Esforço de Sétimo Waquim e outros deputados em participar da aprovação da MP dos Portos. Foto: Reprodução

Em resposta à reportagem do Atual7, que mostrou fotos diferentes desta, Sétimo Waquim disse que ‘o que acontece, é que alguns blogueiros deturpam a informação. Querem vender uma imagem sempre negativa do Parlamento e de políticos. Estávamos muito cansados, eu pelo menos vinha de uma maratona de viagens ao interior do meu Estado, além de evento na Capital São Luís, Cerimônia de entrega de aparelhagem para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiro, advindo de Emenda Parlamentar. O evento aconteceu na sede do Batalhão de Polícia Militar, após evento, segui para Brasília cumprindo outra maratona de 41 horas no plenário, o esforço era para que não perdêssemos a validade da MP dos Portos. Muitos telespectadores e jornalistas acompanharam a maratona e viram o nosso esforço para continuarmos no plenário para que fosse concluído o trabalho. Portanto, o adormecimento do corpo é natural, pois somos humanos, é biológico a perda da energia, e após todas essas horas. Faz parte da condição humana. Essa foto caracteriza o meu esforço em cumprir todas as minhas obrigações como parlamentar, a deturpação vem daqueles que não sabem como são construídas as leis, os compromissos e o contingente de demandas para que possamos resolver e garantir os direitos de todos. Se eu estivesse fazendo algo criminoso, aí sim seria motivo de constrangimento. Por fim, conseguimos alcançar o objetivo, que era de apreciar e aprovar a MP que contribui, em muito, para desenvolvimento econômico para o nosso país’, defendeu-se o reincidente dorminhoco parlamentar maranhense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.