Justiça cancela 57.554 títulos eleitorais no Maranhão

G1 Maranhão 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta terça-feira (14), que 57.554 títulos eleitorais foram cancelados no Estado. O número diz respeito à quantidade dos eleitores que não votaram e não justificaram a ausência nas últimas três eleições até o dia 25 de abril.

Segundo a Justiça Eleitoral, 63.802 títulos eram passíveis de cancelamentos, mas 6.176 foram regularizados junto aos seus respectivos cartórios eleitorais.

Segundo a legislação, o eleitor que tiver o título cancelado ficará excluído da participação no pleito e, sem a prova de que exerceu o voto, justificou a falta ou pagou a respectiva multa, poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para o acesso e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Quem não regularizou o título a tempo e constatar que teve seu documento cancelado deverá, a partir de agora, procurar um cartório eleitoral para normalizar a situação.

O eleitor poderá reativar o título, inclusive com o mesmo número do que foi cancelado, após apresentar um documento de identificação e um comprovante de residência e preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE), além de pagar eventuais multas a fim de ficar quite com a Justiça Eleitoral e obter novamente o seu direito ao voto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.