Cemar deve cortar energia elétrica de prédios da Prefeitura de Bacabal

Do Atual7

Mal sentou na cadeira, o prefeito eleito em Bacabal, Zé Alberto (PMDB), recebeu uma verdadeira bomba deixada por seu antecessor, o ex-prefeito Raimundo Lisboa (PDT).

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar), encaminhou, nesta quarta-feira (02), quatro ofícios à Prefeitura de Bacabal, cobrando uma dívida relativa ao pagamento do consumo de energia elétrica dos imóveis de responsabilidade da Prefeitura no valor de R$ 120.477,99 e outra de R$ 76.670,29 – referentes às contas do prédio do próprio Executivo Municipal.

Segundo a Cemar, além destes valores, outro de R$ 46.414,16 – referente às contas de energia elétrica do prédio da Secretaria Municipal de Saúde; e mais R$ 32.836,86 – referentes às contas de energia do prédio da Secretaria Municipal de Educação de Bacabal estão atrasados. No total, o novo prefeito do município recebeu uma dívida de mais de R$ 276 mil só com a Cemar. O reaviso dos débitos venceram desde o dia 18 de dezembro passado.

Por não obter sucesso, após a tentativa de negociar o pagamento da dívida, equipes de corte da Cemar, com base da legislação do setor elétrico brasileiro, devem interromper o fornecimento de energia elétrica das unidades consumidoras dos prédios da Prefeitura de Bacabal nas próximas horas.

Um dos ofícios da Cemar encaminhados hoje à prefeitura de Bacabal. Foto: Reprodução
Um dos ofícios da Cemar encaminhados hoje à prefeitura de Bacabal. Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.