As vésperas das eleições, prefeito de Alto Alegre do Pindaré pode ser afastado do cargo por corrupção

Prefeito Atemir Botelho sacou 200 mil reais e não fez a abora

As vésperas das eleições municipais, o prefeito de Alto Alegre do Pindaré e candidato à reeleição, Atemir Botelho (PRTB), pode ser afastado do cargo pela segunda vez.

Nesta quarta-feira, representantes da sociedade civil entraram com uma Ação Civíl Pública, com pedido de liminar no Fórum de Santa Luzia, pedindo o afastamento do prefeito por suposto desvio de verba publica do convênio celebrado entre a prefeitura e a Sagrima, no valor de R$ 400 mil reais, que deveriam ser aplicados na construção do matadouro publico municipal.

No dia 26 de setembro deste ano, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), acolhendo o parecer do Ministério Público de Contas, decidiu pela suspensão dos repasses do referente Convênio.

O prefeito cometeu vários crimes de improbidade administrativa. A primeira irregularidade foi não possuir a licença ambiental estadual. A segunda foi a falta de licitação para a obra. Terceiro não ter iniciado a obra e o pior deles foi ter sacado 50% do dinheiro, R$ 200 mil, sem  se quer iniciar a obra.

o dinheiro sacado pelo prefeito teria servido para pagar despesas de sua convenção que aconteceu seis dias antes do saque.

Por conta dessas irregularidades é que Atemir Botelho poderá ser afastado do cargo pela segunda vez. Em setembro de 2010, ele foi afastado por não pagar os servidores da Saúde.

Terreno onde deveria ser construído o matadouro

3 pensou em “As vésperas das eleições, prefeito de Alto Alegre do Pindaré pode ser afastado do cargo por corrupção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.