Hélio Soares critica condução de algumas convenções no Maranhão

Assecom/Agência Assembleia

O deputado Hélio Soares (PP), em pronunciamento feito na manhã desta quarta-feira (27), da tribuna da Assembleia Legislativa, criticou a forma como vem sendo conduzida algumas convenções partidárias no Maranhão, que têm impedido a filiação de alguns candidatos.

Ele afirmou que tem se deparado com várias situações aonde as convenções são feitas com a devida lista dos partidos, mas depois o nome da pessoa não aparece como filiado. “Os cidadãos têm que recorrer à Justiça para garantir as suas candidaturas. Isso é um desrespeito ao direito democrático. É uma verdadeira vergonha. Como é que se pode falar em consolidação democrática, como é que se pode falar em direitos partidários?”, indignou-se Hélio Soares.

O parlamentar citou como um dos exemplos o município de Peritoró, onde na hora de assinar o documento, a pessoa descobriu que não estava filiada. “Fica aqui o meu repúdio a esses presidentes de partidos que têm impedido a participação de algumas pessoas nas coligações. Espero que esses presidentes que tomam conta do partido sejam mais sentimentais com as decisões locais, com as pessoas que ficam lá acompanhando e discutindo para encontrar as soluções de cada problema.”, afirmou Hélio Soares, destacando que orientou seis presidentes de comissões provisórias e de diretórios a entrar na Justiça e todos ganharam.

Como solução para essas dificuldades que estão sendo encontradas por alguns partidos, Hélio Soares destacou que a reforma política no país precisa ser realizada o mais rápido possível, senão as eleições ficarão cada vez mais judicializadas. “Precisamos convocar a bancada federal, nossos senadores, para que essa reforma política seja realizada urgentemente”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.