Bar onde Décio Sá foi morto tem grande queda de movimento

O Imparcial

Uma semana após o assassinato do jornalista Décio Sá, o bar que foi cenário do episódio viu o movimento e o quadro de funcionários diminuírem.

A gerente do Estrela do Mar, Ana Cristina Silva, disse que a clientela caiu mais que a metade no fim de semana, e que nos dias da semana não houve praticamente ninguém que parasse lá. “Só ficamos funcionando de terça à sexta mesmo porque o bar tem a estrutura toda aberta. Não dá pra fechar durante o dia, só se colocasse barreira de cadeira”.

O garçom e a cozinheira que trabalhavam no momento do crime, muito abalados com que viram, pediram demissão.

Segundo ela, toda a Litorânea está sofrendo com a má impressão deixada pelo caso. “Nos últimos dias, quando dá 20h a praia fica vazia. Isso não afeta só nosso bar, mas o local e até mesmo a cidade como um todo. Poderia ter acontecido em qualquer lugar”, afirmou.

“Precisamos de mais fiscalização, câmeras de segurança, viaturas. Sei que isso não se muda de um dia pro outro, mas alguma coisa precisa ser feita”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.