Deputada pede ao governo melhorias em estradas que correm o risco de ficar interditadas

A deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal (PP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (14) para pedir ao governador Flávio Dino atenção sobre as condições da MA-006, no trecho entre Pinheiro e Pedro do Rosário, onde se forma crateras e tem risco iminente de ficar interditada para o tráfego. Incialmente, a parlamentar ressaltou o empenho da SINFRA no trabalho de recuperação de estradas maranhenses.

“Sei do importante trabalho que o estado vem desempenhando, se esforçando além do possível para atender a vasta extensão de rodovias estaduais que carecem de melhorias, como a MA-006. O governo já recuperou o trecho entre Arame e Grajaú, já recuperou de Pedro Rosário até a saída da BR-316, beneficiou ainda trechos na região sul do estado, alcançando Balsas, Fortaleza dos Nogueiras e Formosa da Serra Negra. Quero agora ressaltar o trecho entre Pinheiro e Pedro do Rosário, que estão em péssimas condições. Tive a informação do risco de se abrir uma cratera e ela ficar interditada, fora os riscos de assaltos e acidentes que ocorrem na região”, explicou a deputada.

A parlamentar fez em fevereiro a Indicação solicitando as melhorias não apenas da MA-006, mas também da MA-014 e da BR-222, neste último caso encaminhada ao DNIT, órgão responsável pelas estradas federais. O trecho da MA-014, entre Matinha e Pinheiro, foi destacado pela deputada também no discurso de hoje.

“Os profissionais que percorrem esse trecho — a gente sabe que na nossa região são muitos concursados dos municípios vizinhos — já não conseguem fazer esse percurso. Está se tornando um tráfego de grande lentidão. E com isso a gente pede a atenção especial do Governador Flávio Dino, do Secretário de Infraestrutura Clayton Noleto, para que se dê realmente um apoio viabilizando a recuperação dessas MA’s”, disse Dra. Thaíza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.