SÓ MUITO ÓLEO DE PEROBA! Prefeito de Turiaçu desmente CGU e diz que seu mandato é ‘honesto’

“Recebi essa notícia de surpresa, venho fazendo um mandato limpo, honesto e dialogando sempre com todos que desejam alguma resposta”. Essas foram as palavras usadas pelo prefeito de Turiaçu-MA, Umbelino Ribeiro, para negar os desvios milionários apontados Controladoria-Geral da União (CGU) durante coletiva realizada na última terça-feira (4).

Numa tentativa clara de tentar desmerecer os relatórios apresentados pelo órgão de controle, o chefe do executivo disse que sua gestão, ao contrário do que apontam os auditores, apresenta vários ‘avanços’ e que desconhece qualquer tipo de desvio de verba pública no município.

As declarações feitas pelo prefeito na noite desta quarta-feira (5) soou como uma verdadeira fronta aos Turienses e para própria CGU.

ASSESSOR TAMBÉM DETONA CGU

Se não bastasse as declarações de Umbelino Ribeiro, circula nos grupos de whatsapp um áudio do assessor de comunicação do município, identificado como Rogério Calvalcante, também desmerecendo o órgão de controle.

Segundo ele, muita coisa que a CGU vem pleiteando não vai acontecer.

Ainda no áudio, Rogério tenta jogar a falta de estrutura dos postos de saúde do município durante anos de mandato de Umbelino à gestão do ex-prefeito Costinha.

Pra quem não lembra, Rogério é mesmo que detonou o Governador Flávio Dino em um áudio, também via Whatsap, e depois, a mando do prefeito forjou sua demissão.

Na época, ele foi exonerado e colocou a mulher no seu lugar. No entanto, tempos depois, Rogério retornou ao cargo.

ASSESSOR TENTA DESMERECER TRABALHO DA CGU; OUÇA:

DESEQUILIBRADO, ROGÉRIO ESCULHAMBA FLÁVIO DINO; OUÇA:

ENTENDA O CASO

Auditores da Controladoria Geral da União no Maranhão analisaram a aplicação de recursos federais dos Ministérios da Saúde e Educação da ordem de 84 milhões 526 mil 863 reais e 5 centavos (referente a 70% do repassado entre 2016 e 2017) no município de Turiaçu.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça, 4 de dezembro, na sede do órgão, eles apresentaram o resultado da fiscalização, acompanhados de representantes do Tribunal de Contas da União e dos Ministérios Públicos de Contas e do Estado.

Segundo eles, só com reforma de 41 escolas municipais, o dano constatado em potencial em Turiaçu foi de 90% em relação ao montante de quase 9 milhões que deveria ser aplicado na execução das obras. CONTINUE LENDO AQUI…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.