“É a maior festa literária do nosso estado”, diz prefeito Edivaldo ao lançar 12ª Feira do Livro

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) lançou nesta quarta-feira (31) a 12ª Feira do Livro de São Luís (FeliS), que acontecerá de 16 a 25 de novembro, das 10h às 22h, no Multicenter Sebrae, com o tema “A Brasilidade na Cultura Contemporânea”. O evento realizado pela Prefeitura de São Luís é o maior do setor literário do Maranhão, atraindo a cada edição milhares de visitantes. A programação completa já está disponível no site feiradolivrodesaoluis.com.br.

“Estamos preparando essa grande festa da nossa literatura, enaltecendo nossas letras, nossas artes, valorizando nossos escritores e a cultura ludovicense. A Feira do Livro de São Luís já é um patrimônio da cidade e se transformou no maior espaço de estímulo à leitura e fomento à literatura do Maranhão. Serão centenas de atividades para todas as idades e convidamos toda a população para participar desse grande momento literário que a cada ano se consolidada no calendário cultural do país”, afirmou o prefeito Edivaldo.

A expectativa é que cerca de 200 mil pessoas visitem a Feira do Livro durante os 10 dias de realização do evento, que nesta edição tem como patrono o escritor maranhense Graça Aranha, um dos articuladores da Semana de Arte Moderna, movimento artístico de grande importância para história e a cultura brasileira. Serão mais de 500 atividades, entre estas mais de 50 lançamentos de livros, exposições, palestras, conferências, oficinas, espetáculos teatrais, minicursos, rodas de conversa, apresentações culturais, performances poéticas, pockets shows, contações de histórias, entre outras atividades.

O evento, que é um dos poucos do país com entrada gratuita para o público, contará com a participação de nomes importantes do atual cenário literário local e nacional, como André Neves, Fabrício Carpinejar, Elza Diniz, Gaspar Záfrica, Fernando Granato, entre outros.

A Feira do Livro tem ainda a correalização Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social do Comércio (Sesc), com apoio da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), Vale, Governo do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Associação dos Livreiros do Maranhão e a Potiguar.

Um comentário sobre ““É a maior festa literária do nosso estado”, diz prefeito Edivaldo ao lançar 12ª Feira do Livro

  1. Eu estou contando os dias e os meses que faltam para o Edivaldo deixar a prefeitura, ele na minha opinião, cheguei a votar nele em 2012, é um desastre retumbante para a administração pública, obras paradas como a do hostel da criança, a creche da quarto centenário dentre outras, sem contar na ineficiência na hora de gerir a coisa pública, terceiriza quase todos os serviços piorando o que já é ruim, aumentando com isso os gastos públicos, eu sou repetitiva nesse assunto porque vejo de perto o desastre. Vou perguntar ao prefeito, porque renovou o contrato com a Clasi serviços que presta serviços de limpeza das escolas, se isto está contrariando a lei da licitação, haja vista que em janeiro fará exatos 72 meses que a empresa tem esse contrato, e ele foi renovado até o final de 2019? Devia fazer um seletivo ou um concurso, como houve no Semcas para serviços gerais? Tenho certeza de que o prefeito entrará para a história de São Luís como o prefeito da feirinha porque deve ser a única coisa que deu certo na administração dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.