SEM PERSPECTIVA, ROSEANA SARNEY VOLTA SE RECOLHER

Blog do Jorge Vieira

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB), pré-candidata ao Governo do Maranhão voltou a se recolher após o fiasco de mais uma rodada de visitas da “Caravana da Guerreira” pelo interior do Estado. Desde que retornou de uma curta viagem pela região da Baixada Maranhense, a filha de Sarney voltou a se recolher e não tem mostrado ânimo em continuar com a pré-campanha, o que tem deixado aliados muito preocupados e apreensivos.

A falta de coragem da filha de Sarney em botar novamente o bloco na rua é decorrente da falta de quem a receba no interior do Maranhão. Na visita que fez a Mirinzal conseguiu reunir apenas meia dúzia de pessoas que se aglomeraram em um corredor para fazer uma foto e, através de seus braços na imprensa e nas redes sociais, dá a impressão de tinha alguém interessado em ouvir velhas promessas e agressões ao governador.

Roseana parece meio perdida e sem vontade de encarar o desafio das urnas em outubro próximo. E a falta de mobilização na pré-campanha é tão grande que ela não consegue encontrar um único político com densidade eleitoral disposto a compor a chapa majoritária de sua coligação como vice. Segundo comentam nos bastidores da sucessão, a filha de Sarney estaria atrás de um pastor.

A procura faz sentido e visa vacinar a candidata, frequentadora do terreiro de macumba do mestre Bita do Barão, uma espécie de guia espiritual da família Sarney, que já anunciou que vai benzer as águas do Rio Itapecuru para “proteger” sua “filha” ilustre e colaboradora, da saraivada de agressões desferidas pelos veículos de comunicação ligados ao Sistema Mirante contra os evangélicos.

Esta semana, o jornal O Estado do Maranhão, por voz da ex-governadora, e seus satélites na blogosfera, anunciaram um tal de pastor Pedro Lindoso, da Assembleia de Deus, como forma de reduzir a repulsa dos evangélicos ao clã Sarney, principalmente  após os ataques às igrejas evangélicas, classificadas como currais eleitorais pelos veículos de comunicação ligados à ex-governadora.

Já estamos na reta final do prazo para inicio das convenções partidárias e até agora o único que se dispôs ser candidato à vice de Roseana foi o folclórico faz tudo da família Sarney e dublê de político Chiquinho Scórcio. O problema , segundo avaliam os sarneysistas, é que Scórcio, um espécie de bobo da corte, serviria apenas para afundar ainda mais chapa.

E o pastor? Esse está filiado ao PSC, partido prometido ao deputado estadual Eduardo Braide (PMN), pré-candidato ao Governo que permanece indeciso entre compor o consórcio de candidatos criado pelo velho José Sarney ou disputar um mandato de deputado federal. Caso Braide desista da disputa majoritária, o PSC, com certeza, estará na aliança de Roseana, se ela, claro, manter a candidatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.