Pistolagem! Ex-prefeito de Barra do Corda é assassinado com tiro no pescoço

Blog do Gláucio Ericeira

Prefeito do município de Barra do Corda por três mandatos, Manoel Mariano de Sousa, mais conhecido no meio político como Nenzin, faleceu nesta quarta-feira (06) após ser atingido por um tiro no pescoço desferido por um homem ainda não identificado pela Polícia.

O fato ocorreu no início desta manhã no momento em que o ex-prefeito deslocava-se para sua fazenda, localizada na própria cidade.

Nenzin estava acompanhado por um de seus dos filhos, Júnior do Nenzin (PV), que disputou, ano passado, a eleição para prefeitura de Barra do Corda, tendo ficado em segundo lugar.

A vítima pediu ao filho que parasse o veículo na estrada para que ele pudesse urinar.

No momento em que desceu do carro, o ex-prefeito foi abordado por um homem, que desferiu vários tiros, sendo que um o atingiu no pescoço.

O assassino fugiu em um automóvel conduzido por um comparsa, segundo a Polícia.

Nenzin ainda chegou a ser levado para o Hospital do município de Presidente Dutra.

Porém, não resistiu aos ferimentos.

Pistolagem – O ex-prefeito é pai do deputado estadual Rigo Teles (PV) e do empresário Pedro Teles, cuja prisão foi determinada este mês pelo Tribunal de Justiça do Maranhão – reveja.

Teles, que está foragido, é acusado de ter encomendado a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, que teria invadido terras de sua propriedade em Barra do Corda.

O crime aconteceu no ano de 1997. Pedro Teles foi condenado a 21 anos de prisão, no dia 5 de março de 2013, e recorria em liberdade até o trânsito em julgado da sentença.

A cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública Polícia, que já deslocou duas equipes de investigadores para contribuir com o trabalho da Delegacia Regional de Barra do Corda, trabalha fortemente com a hipótese de crime de pistolagem.

Um comentário sobre “Pistolagem! Ex-prefeito de Barra do Corda é assassinado com tiro no pescoço

  1. A família do ex-prefeito agora vai pedir a prisão dos culpados e tem que ser assim mesmo, pois quem comete um crime deve ser exemplarmente punido, mas e quanto a família do homem chamado miguelzinho que o filho de Nezin matou há 20 anos será que também não deseja o mesmo para o algoz do trabalhador rural, a justiça deve ser pra todos não somente para alguns. Espero que os assassinos do prefeito sejam presos e o assassino do Miguel também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *