Secretário exonera geólogos e deixa Minas e Energia sem corpo técnico

Secretário Ricardo Guterres

Considerado uma espécie de faz tudo do senador Clóvis Fecury(DEM), o secretário de Minas e Energia Ricardo Guterres conseguiu transformar uma Pasta técnica num grande cabide de emprego para acomodar aliados.

Uma de suas primeiras medidas após alguns meses foi exonerar todos os técnicos da Secretaria. Ou seja, uma Pasta técnica ficou sem técnicos. Foram embora geólogos e técnicos em energia. No lugar deles, entraram advogados e administradores.

Outro ponto que chama a atenção é o fato das exonerações acontecerem justamente depois que o governo elevou o status da secretária de extraordinária para ordinária, adquirindo assim autônima financeira e administrativa.

Sem técnicos, o secretário terá que contratar empresas especializadas para qualquer tipo de projeto. Como já é uma pasta ordinária, Guterres fica livre para contratar e pagar empresas supostamente de seu interesse, ou não.

Diferentemente da turma dos Fecury, – que exonerou técnicos – o ministro Edson Lobão nomeou o ex-deputado estadual Antonio Bacelar para assumir a secretária de geologia do ministério de Minas e Energia. Bacelar é geólogo de formação.

Essa a diferença de quem leva a sério e é competente no que faz e de quem não é!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.