Marcos Caldas diz que Luis Fernando e Hildo Rocha deveriam trabalhar mais e chama Carlos Filho de meio deputado

Depois de mais de seis horas de sessão especial para ouvir o secretário Ricardo Murad prestar esclarecimentos sobre os problemas enfrentados pelo sistema de saúde do estado, principalmente sobre a construção dos 72 hospitais do Programa Saúde é Vida do governo estadual, o deputado Marcos Caldas quebrou o gelo e roubou a cena ao chamar o deputado Carlos Filho de meio deputado e os secretários Luís Fernando Silva(Casa Civil) e Hildo Rocha (Articulação Política) de preguiçosos.

A referência de meio deputado teria sido por conta da ausência no trabalho e pela atuação pífia como parlamentar. Carlos Filho, que também é filho de Brejo, é o deputado mais faltoso da Casa e o que menos apresenta proposições.
Sobre os secretários de Roseana, Marcos Caldas disse que Luís Fernando e Hildo Rocha deveriam fazer como o secretário Ricardo Murad que trabalha oito horas por dia, dando a entender que os dois são preguiçosos, diferentemente de Murad.

As comparações foram feitas durante o discurso do deputado que subiu á tribuna para questionar os critérios adotados para a construção dos 72 hospitais e reivindicar do secretário Ricardo Murad a construção de um hospital nos municípios de Brejo e Chapadinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.